MINEIRÃO

Assembleia já tem assinaturas suficientes para abertura de CPI da Minas Arena

CPI depende de autorização do presidente da Assembleia, Agostinho Patrus

postado em 10/04/2019 19:41

<i>(Foto: Divulgação)</i>
Com o aval de 47 deputados, começou a tramitar na Assembleia Legislativa de Minas, na tarde desta quarta-feira, pedido de abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar o contrato firmado pelo governo de Minas com a Minas Arena para a gestão do estádio Mineirão. O requerimento foi apresentado por Léo Portela (PR) e prevê 120 dias para a conclusão dos trabalhos do grupo.

O ponto de partida da CPI é uma auditoria realizada pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE), que encontrou, entre outras irregularidades, ausência de licitação para a contratação de projeto básico, pagamento de serviços não executados, desvio do objeto (alterações superiores ao limite de 50% previsto em lei) e superfaturamento.

A abertura da CPI depende de autorização do presidente da Assembleia, Agostinho Patrus (PV). Os sete integrantes do grupo são escolhidos pelos líderes partidários, sendo que uma vaga é ocupada necessariamente pelo autor do requerimento para as investigações. Esta é a quinta tentativa de abertura de CPI na Assembleia Legislativa envolvendo o assunto.

<i>(Foto: Sarah Torres/ALMG)</i>


Tags: minas arena cpi futnacional seriea interiormg americamg atleticomg cruzeiroec