FUTEBOL MINEIRO

Kalil questiona FMF sobre volta do futebol e ironiza pressa: 'Vai jogar em Tiradentes naquelas ruas de pedra'

Prefeito de BH disse que jogos na capital só ocorrerão com anuência dos especialistas da área de saúde

postado em 01/07/2020 14:00 / atualizado em 01/07/2020 14:29

(Foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press)
O ex-presidente do Atlético e atual prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), voltou a falar sobre o retorno do futebol. Embora os treinamentos dos clubes estejam liberados, ainda não há sinal verde para os jogos na capital mineira. Segundo Kalil, o retorno das partidas em BH ocorrerá somente com aprovação dos especialistas da área da saúde.

"Não haverá futebol se a Matemática, a Ciência, a Virologia, falar que não deve ter futebol. Quem já mexeu com futebol sabe que futebol sem público demanda pelo menos uma aglomeração de 300 pessoas. E você imagina um vestiário de futebol numa pandemia. Só quem nunca entrou num vestiário de futebol é que não sabe o quê que é", disse Kalil, em entrevista ao Superesportes / Estado de Minas.

A Federação Mineira de Futebol (FMF) enviou proposta ao governo do estado para o retorno do Campeonato Mineiro no dia 26 de julho. O Centro de Operações de Emergência em Saúde de Minas Gerais (COES-MG) adiou a definição. O órgão de saúde pública afirmou que o protocolo não é adequado para o momento em função da piora no cenário epidemiológico.    

Kalil disse que, caso o estado aceite a proposta, os jogos em Belo Horizonte ocorrerão apenas com a concordância da prefeitura. Com sua ironia tradicional, o político sugeriu que os clubes jogassem nas ruas de pedras de Tiradentes. 

"Em Belo Horizonte só se joga com ordem da Prefeitura. Eles podem jogar lá na Arena do Jacaré, lá em Ouro Preto, pode jogar em Tiradentes naquelas ruas de pedra. Em Belo Horizonte, não", frisou.

Kalil ainda questionou como a FMF chegou ao dia 26 de julho como data ideal para o retorno do futebol em Minas Gerais.

"Eu vou contratar, já que vocês estão insistindo tanto, eu vou chamar um pai de santo e um astrólogo para responder as perguntas. Desculpa as meninas da mesa, desculpa, mas nós temos que parar de cagar regra, gente. É simples assim, ué. Está todo mundo cagando regra. De onde é que ele (FMF) tirou o dia 26? Ele foi para o hospital, ele sentou com os virologistas, ele fez um curso, escolheu o dia 26? Tirou da onde, de onde ele pariu essa data? Ah, nem?".

No último dia 17, o presidente da FMF, Adriano Aro, se reuniu com membros da Secretaria de Saúde e encaminhou uma proposta para a retomada do Campeonato Mineiro no dia 26 de julho.  O plano inicial da entidade era a retomada do Estadual em uma única cidade-sede. Os jogos seriam sem público, com previsão de término até o dia 16 de agosto. O regulamento da competição seria inalterado.

A entrevista


O prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil, concedeu entrevista exclusiva ao Estado de Minas. Na conversa, ele falou sobre a pandemia da COVID-19 e as providências da PBH para reduzir casos, mortes e o impacto da doença no sistema de saúde da capital mineira. Kalil ainda foi questionado sobre ações para a retomada da economia da cidade, eleições municipais, política estadual e nacional. As reportagens serão publicadas ao longo dos próximos dias no portal e nas páginas impressas do Estado de Minas.

Leia o que já publicamos:

Kalil sobre protestos na porta da PBH: 'Quem tem medo de buzina é cachorro'

Abertura ou lockdown em BH? Segundo Kalil, números da COVID-19 vão ditar rumos

Kalil sobre pressão por reabertura de BH: 'Se você trocar uma vida por um milhão de votos, você é uma barata'

Tags: kalil futebol fmf americamg atleticomg cruzeiroec