UBERLÂNDIA

Técnico do Uberlândia sonha com título do Troféu Inconfidência e vê final contra Cruzeiro como 'oportunidade'

Time do Triângulo Mineiro enfrentará o Cruzeiro, nesta quarta-feira, às 19h, no Mineirão

postado em 03/08/2020 15:18 / atualizado em 03/08/2020 17:39

(Foto: Reprodução/Uberlândia)
O Uberlândia se prepara para a disputa da final do Troféu Inconfidência, contra o Cruzeiro, às 19h, nesta quarta-feira, no Mineirão. Em busca do título, o técnico Luizinho Lopes vê a partida como uma grande oportunidade para a equipe do Triângulo Mineiro.
 
"É uma vitrine. Uma grande oportunidade para a gente. Um jogo que dá uma visibilidade muito boa. Nós vamos aproveitar ao máximo essa final e sonhar com o título. O futebol reserva situações inesperadas e nós vamos à final com essa mentalidade", disse.
 
A final tem um grande peso para o Uberlândia. Em caso de vitória alviverde, o Verdão poderá assegurar presença na Copa do Brasil de 2021, caso Minas Gerais tenha uma quinta vaga - como prevê o regulamento do mini torneio.
  
O Cruzeiro, pelo ranking da CBF, está garantido no torneio nacional. No caso das equipes do interior, o vencedor do Troféu Inconfidência disputará a Recopa Mineira contra o ‘campeão do interior’, em duas datas a serem confirmadas pela FMF, provavelmente só em 2021.

Campanha  

O Uberlândia fez a sexta melhor campanha na fase de classificação do Campeonato Mineiro e mediu forças com o Boa Esporte, o sétimo, na semifinal do Troféu Inconfidência.  
 
Na ocasião, o Verdão garantiu a vaga na finalíssima ao vencer o Boa por 5 a 4 nos pênaltis, após empate por 2 a 2 no tempo regulamentar. O jogo foi no Estádio Parque do Sabiá, em Uberlândia.
 
Já o Cruzeiro, quinto colocado no Mineiro, eliminou o Patrocinense, oitavo, ao golear por 3 a 0 no Mineirão. 

Baixas no time

O técnico Luizinho Lopes tem quatro desfalques confirmados para a final contra o Cruzeiro. Os atacantes Dija Baiano e Breninho, o volante Luiz Alexandre e o goleiro Alex testaram positivo para a COVID-19 antes do duelo contra o Boa Esporte e não viajaram a Belo Horizonte. 
 
Além deles, o diretor de futebol Fabrício Tavares e o roupeiro Paulo Edson também foram diagnosticados com a doença e estão mantidos em isolamento.

Tags: uberlandia cruzeiroec interiormg trofeu inconfidencia