UAI


Em jogo de poucas chances, Ponte e Guarani empatam em clássico na Série B

Clássico campineiro teve muito estudo e raras oportunidades de gols

18/09/2021 00:01
compartilhe
Empate sem gols no Moisés Lucarelli não foi bom para as equipes, que empacam na classificação
foto: Thomaz Marostegan/Guarani FC

Empate sem gols no Moisés Lucarelli não foi bom para as equipes, que empacam na classificação


O dérbi de número 201 foi movimentado, com algumas chances de gols tanto para Ponte Preta, quanto para Guarani, mas acabou sem gols. A partida disputada nesta sexta-feira à noite no Estádio Moisés Lucarelli terminou empatada em 0 a 0 foi válida pela 24.ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

O empate mantém o tabu de 12 anos sem vitória do Guarani na casa do rival, mas o mantém na cola do G4 zona de acesso - da Série B. É o quinto colocado com 38 pontos, três pontos a menos do que o CRB, quarto colocado.

A Ponte Preta fica na 15.ª posição, com 26 pontos, dois a mais do que o Vitória, 17.º colocado e que está na zona de rebaixamento. O empate breca a sequência de cinco vitórias seguidas dentro do seu estádio, chamado de Majestoso.

Na próxima rodada, na terça-feira (21), o Guarani encara o Remo, no Estádio Brinco de Ouro, em Campinas. A Ponte Preta joga na quarta-feira (22) diante do Operário-PR, em Ponta Grossa (PR).

O JOGO 

A superioridade técnica do Guarani ficou visível desde os primeiros minutos do clássico e o time do técnico Daniel Paulista controlou a partida nos primeiros dez minutos. Logo aos dois minutos, já tinha exigido uma boa defesa do goleiro Ivan em falta cobrada por Régis e antes dos dez, já tinha cobrado seis escanteios na área pontepretana.

A blitz bugrina, porém, durou apenas os 12 minutos iniciais. De forma tímida e na base da força, a Ponte foi saindo mais ao ataque após os dez minutos e aos 14, depois de Rodrigão ajeitar, Richard bateu de esquerda, com a bola passando rente a trave. Após a primeira oportunidade criada, a Ponte passou chegar mais ao gol de Rafael Martins depois que o Guarani baixou o ímpeto no jogo.

Aos 23 minutos, em rápido contra-ataque, Rodrigão lançou Fessin que tocou na saída do goleiro bugrino, mas Ronaldo Alves salvou. Dois minutos depois, foi a vez de Richard chutar e de Thales salvar o visitante.O equilíbrio marcou a parte final do primeiro tempo, com os dois times chegando ao ataque, mas pecando na hora da finalização.

O segundo tempo começou brigado e teve os atacantes dos dois times como protagonistas. Do lado da Ponte Preta, Rodrigão comandou as principais chances de ataque. Aos 12 minutos, ele acionou Richard, que invadiu a área e bateu firme para boa defesa de Rafael Martins. Dez minutos depois, exigiu boa defesa de Rafael Martins em chute de fora da área.

Pelo lado do Guarani, Junior Todinho vinha mal no comando de ataque e foi substituído por Lucão do Break aos 25 minutos. Lucão precisou de dois minutos para fazer mais do que Junior Todinho. Aos 27, ele aproveitou bate-rebate na área e finalizou na pequena área, mas para na defesa de Ivan.

No final, os dois rivais ainda buscaram a vitória, mas sem força na finalização. O dérbi acabou no empate sem gols.

PONTE PRETA 0 x 0 GUARANI


PONTE PRETA 
Ivan; Felipe Albuquerque, Rayan, Cleylton e Rafael Santos (Marcelo Hermes); André Luiz, Marcos Júnior (Yago Henrique) e Fessin (Camilo); Richard, Moisés (Iago) e Rodrigão (João Veras)
Técnico: Gilson Kleina

GUARANI
Rafael Martins; Mateus Ludke, Thales, Ronaldo Alves e Bidu; Bruno Silva, Rodrigo Andrade (Índio)e Régis (Andrigo); Bruno Sávio (Pablo), Júlio César (Renanzinho) e Júnior Todinho (Lucão do Break)
Técnico: Daniel Paulista

Local: Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP)
Data: sexta-feira, 17 de setembro
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ))
Cartões amarelos: Rayan e Cleylton (PONTE PRETA-SP) e Mateus Ludke (GUARANI-SP)

Compartilhe