UAI


Ponte Preta vence o Remo em Belém e se afasta da zona da queda da Série B

Macaca faz 1 a 0 em jogo no Estádio Baenão e chega aos 37 pontos

24/10/2021 19:54
compartilhe
Ponte Preta derrota o Remo no Baenão, em Belém, e fica mais distante do Z4 da Série B
foto: Samara Miranda/Remo

Ponte Preta derrota o Remo no Baenão, em Belém, e fica mais distante do Z4 da Série B

 
O Remo continua vivendo um momento de instabilidade dentro do Campeonato Brasileiro da Série B. Neste domingo à tarde acabou perdendo para a Ponte Preta, por 1 a 0, no Estádio Baenão, em Belém, em jogo válido pela 31ª rodada.

Sem vencer há cinco jogos, o Remo continua com 38 pontos, em 13º lugar, mas perto de confirmar sua permanência na série B em 2022. Recuperada da derrota em casa para o Náutico, por 2 a 1, de virada, a Ponte Preta agora aparece com 37 pontos, na 15ª posição. Está cinco pontos na frente de Londrina e Vitória, que abrem a zona de rebaixamento.

Pela 32ª rodada, a Ponte Preta vai enfrentar o Vitória, sábado, às 16h, no Estádio Moisés Lucareli, em Campinas (SP). Um duelo de seis pontos, porque o time baiano se encontra na luta contra o rebaixamento. De outro lado, o Remo vai entrar em campo já na quinta-feira, no Independência, diante do Cruzeiro, a partir das 21h30.

O JOGO

O primeiro tempo foi bastante movimentado, com os dois times armados no mesmo esquema 4-3-3 e saindo para o jogo. A Ponte Preta se deu melhor e saiu na frente aos 13 minutos. Rafael Santos pedalou do lado esquerdo e cruzou para o goleiro Thiago Coelho dar um tapinha. Rodrigão, impedido, deixou a bola passar e Richard chutou na trave, mas o rebote ficou com marcos Júnior que bateu à meia altura e fez 1 a 0.

O Remo respondeu em dose dupla, com finalizações de Felipe Gedoz A primeira defendia por Ivan e a segunda desviada pela defesa para escanteio, mas levantando a torcida nas arquibancadas. O equilíbrio também foi confirmado em gols anulados por impedimento após consulta ao VAR. Um para cada lado.

A Ponte Preta ainda teve uma chance incrível de ficar na frente aos 49 minutos. Após cruzamento de Rafael Santos, o zagueiro Fábio Sanches desviou de cabeça e o Thiago Coelho fez a defesa em dois tempos.

Como esperado, no segundo tempo, o Remo meteu pressão em cima da Ponte Preta. Mas o time campineiro se defendeu bem e ainda tentou algumas vezes aproveitar os contra-ataques.

Com o forte calor, habitual em Belém, o ritmo de jogo caiu bastante em termos físicos e técnicos. O cenário não mudou até o final: Remo em cima, Ponte Preta na espera.

REMO 0 x 1 PONTE PRETA


REMO
Thiago Coelho; Thiago Ennes, Rafael Jensen, Marlon (Jefferson) e Raimar; Arthur (Lucas Siqueira), Marcos Júnior (Anderson Uchoa) e Felipe Gedoz; Lucas Tocantins, Netto Pessoa (Wallace) e Victor Andrade (Matheus Oliveira)
Técnico: Felipe Conceição

PONTE PRETA
Ivan; Kevin, Fábio Sanches, Rayan e Rafael Santos (Marcelo Hermes); Marcos Júnior (Thalles), Léo Naldi (Lucas Cândido) e Yago (André Luiz); Richard (Iago), Rodrigão e Moisés
Técnico: Gilson Kleina

Local: Estádio Baenão, em Belém (PA)
Data: domingo, 24 de outubro
Árbitro: Paulo César Zanovelli (MG)
GOL: Marcos Júnior, aos 13min do 1ºT
Cartões amarelos: Rafael Jansen e Anderson Uchoa (Remo). Richard, Ivan e Léo Baldi (Ponte Preta)

Compartilhe