SPORT

Após rodada cheia de desfalques, Sport pode ter até cinco retornos contra o Vila Nova

Leão tem jogadores saindo do DM, voltando após serem poupados e com suspensão cumprida

postado em 14/11/2019 10:52

(Foto: Paulo Paiva/DP Foto)
O jogo do Sport contra o Vila Nova, no próximo domingo, na Ilha do Retiro, pode ser o jogo mais esperado da temporada, o de consolidação do acesso. E para ajudar a concretizar isso, o clube contará com o retorno de até cinco jogadores, entre lesionados, poupados e suspensos e pode ter, como único desfalque, o meia Leandrinho.

Ao Superesportes, o médico do Sport, Raul Lins explicou a situação dos jogadores que ficaram de fora do jogo contra o Botafogo de Ribeirão Preto, no qual o Sport teve que mexer em metade da equipe. Além das situações de Hernane Brocador, Maílson e Luan, com lesões de longo prazo, o Sport não poderá contar também com o meia Leandrinho, que se recupera de uma lesão de grau um.

Por outro lado, o clube terá os retornos dos volantes João Igor, recuperado de lesão, e Charles, que cumpriu suspensão automática. Além deles, o elenco deve ter o retorno do lateral esquerdo Sander, que ainda será reavaliado durante a semana, mas tem grande expectativa de liberação. Quem também retorna é o lateral direito Norberto, que com desgaste alto, foi poupado no jogo da quarta-feira

“Norberto foi apenas uma decisão da comissão em conjunto com a fisiologia, por ele estar com uma CK um pouco mais elevada e ele já ter jogado bem mais de que os outros, mas ele não está no departamento médico, ele não apresentou nenhuma queixa ao DM, foi uma precaução e está liberado para jogar domingo”

O nome que levanta mais dúvidas é o do meia Pedro Carmona, que, sem Leandrinho, seria o titular da armação leonina. O jogador está com uma tendinite na patela e, ainda que apresente melhorar diárias, será reavaliado durante a semana para saber se ainda sente dores na região.

“Carmona está com uma tendinite da patela, e vai depender apenas da dor. Está melhorando dia a dia, mas vai ser reavaliado durante a semana para ver se dá. O único parâmetro que a gente tem é a dor do atleta, se ele disser que está com dor ainda, não vai. Então, durante a semana devemos reavaliar Carmona e Sander, mas Sander deve ir”.