UAI

2

Melo e Dodig são vice-campeões do ATP 250 de Adelaide, na Austrália

Mineiro e croata perderam para os indianos Rohan Bopanna e Ramkumar Ramanathan marcaram 2 sets a 0

09/01/2022 14:52
compartilhe

Melo e Dodig seguem em Adelaide para a disputa de mais um ATP 250
foto: Instagram / Reprodução

Melo e Dodig seguem em Adelaide para a disputa de mais um ATP 250

O mineiro Marcelo Melo e o croata Ivan Dodig são vice-campeões do ATP 250 de Adelaide, na Austrália. Na madrugada deste domingo (9), os indianos Rohan Bopanna e Ramkumar Ramanathan marcaram 2 sets a 0, com parciais de 7/6 (8-6) e 6/1, em 1h21min, para ficar com o título. Melo e Dodig seguem na cidade australiana para a disputa de mais um ATP 250 como preparação para o Aberto da Austrália. O torneio começa nesta segunda-feira (10) e a dupla joga como cabeça de chave 2, sendo bye na primeira rodada, estreando já nas oitavas de final.

"Não deu para nós hoje aqui. Eles jogaram muito bem. Tivemos algumas oportunidades no primeiro set, que acabamos não aproveitando, entre as quais um mini break na frente no tie-break. Poderia ter sido diferente o jogo, mas às vezes vem para o nosso lado, às vezes não vem. Depois, no segundo, eles acabaram quebrando em um game atípico, que estava 40/0, devolveram muito bem e os dois também sacaram muito bem, o que dificultou termos mais chances", explicou Marcelo.

 


Este foi o primeiro de dois ATP 250 – Adelaide International – que Melo e Dodig jogam como preparação para o Australian Open. Depois, estarão no primeiro Grand Slam do ano, marcado para o período de 17 a 30 desse mês, em Melbourne.

No ranking mundial individual de duplas divulgado na última segunda-feira (3) pela Associação dos Tenistas Profissionais (ATP), Melo está na 29ª colocação, com 2.765 pontos. Dodig aparece em 12º lugar, com 5.165 pontos.

Recordista brasileiro em número de títulos, com 35 conquistas, ao lado do também mineiro Bruno Soares, e em semanas no topo do ranking da ATP (56), assim como em participações no ATP Finals (completou oito seguidas em 2020),  Marcelo somou mais um recorde ao chegar a 500 vitórias, na estreia no ATP 500 de Washington, em julho de 2019, passando a ser o 35º jogador de todos os tempos a atingir essa marca.

Já no ranking mundial individual de duplas, Marcelo ficou entre os Top 10 por oito temporadas seguidas. Foi décimo ao final de 2020. Em 2019, sétimo. Em 2018, nono do mundo, primeiro em 2017 e 2015, oitavo em 2016 e sexto colocado em 2013 e 2014.

O primeiro título de Marcelo em torneios ATP foi em 2007, no Estoril, em Portugal. Tem dois Grand Slam, além de um vice em Londres (2013) e um vice (2018) e duas semifinais no Aberto dos Estados Unidos. Marcelo também lidera no número de títulos em Masters 1000. Em Xangai 2018 chegou ao nono, depois de ganhar Xangai (2013 e 2015), Paris (2015 e 2017), Toronto (2016), Cincinnati (2016), Miami (2017) e Madri (2017).


Compartilhe