Vôlei

SUPERLIGA MASCULINA

Cruzeiro busca virada sobre o Campinas e mantém liderança da Superliga

Time celeste sai atrás, mas reage, vence no tie-break e segue líder

postado em 16/02/2019 22:39 / atualizado em 16/02/2019 22:58

Reprodução/Twitter
Por muito pouco o Cruzeiro deixou escapar a liderança da Superliga Masculina. Pressionado pelo Sesi-SP, que mais cedo bateu o São Judas por 3 a 0, o time celeste levou um grande susto, saiu atrás nos dois primeiros sets contra o Campinas, mas se recuperou e buscou a virada no tie-break: 3 a 2. As parciais da partida disputada na noite deste sábado, no Ginásio do Riacho, em Contagem, foram de 20/25, 18/25, 25/22, 25/16 e 18/16. 

A virada em casa manteve o Cruzeiro na liderança, com 42 pontos, um a mais que o Sesi-SP, que somou três com o triunfo sobre o lanterna em sets diretos. Mineiros e paulistas estão empatados em número de vitórias, ambos com 15. O Campinas, com a derrota no tie-break, passou a 24 e ocupa o sétimo lugar. 

Reprodução/Twitter
O Cruzeiro volta a jogar pela Superliga na próxima quarta-feira, às 20h, quando receberá o lanterna São Judas, que soma apenas cinco pontos e só ganhou uma vez na competição, em 17 partidas. O time celeste ficará ligado no duelo do Sesi-SP, que terá pela frente o Minas, na mesma data e horário, em São Paulo. O objetivo dos estrelados é somar três pontos em casa e torcer por tropeço do vice-líder, para se distanciar na ponta. 

O Cruzeiro teve como destaque o levantador Sandro, eleito o melhor em quadra e que recebeu o Troféu VivaVôlei. Mas o principal nome foi o oposto Dani, do Campinas, que fez 18 pontos e deu muito trabalho ao sistema defensivo celeste. Pelo lado mineiro, Rodriguinho (16 pontos) e Isac (15) foram os que mais sobressaíram no ataque. Evandro teve 11 acertos.

O time mineiro demorou a entrar no clima do jogo, falhou muito nos dois primeiros sets, enquanto o adversário 'sobrou' em quadra. O Cruzeiró só 'acordou' a partir da terceira parcial, com a torcida incentivando. Depois de diminuir a diferença para 2 a 1 é que a Raposa deslanchou, buscando o empate até com facilidade no quarto período. No tie-break, o equilíbrio foi a marca. Após tensão com erros seguidos de saque, um ataque do Sesi-SP para fora garantiu o grande triunfo celeste por 3 a 2. 

Reprodução/Twitter

Tags: Superliga Masculina cruzeiroec campinas liderança riacho sesi-sp