Vôlei

SUL-AMERICANO DE VÔLEI

Seleção Brasileira derrota o Chile e enfrenta Argentina na final do Sul-Americano

Brasil vence anfitriões por 3 a 0, sem dificuldades, e vai à decisão

postado em 13/09/2019 23:55 / atualizado em 14/09/2019 00:35

<i>(Foto: CBV/Divulgação)</i>
Sem maiores problemas para confirmar o seu favoritismo, a seleção brasileira masculina de vôlei venceu o Chile por 3 sets a 0, com parciais de 25/16, 25/17 e 25/21, na noite desta sexta-feira, em Santiago, pelas semifinais do Campeonato Sul-Americano.

Com o triunfo, a equipe comandada por Renan Dal Zotto avançou à decisão da competição, na qual terá pela frente a Argentina, neste sábado, às 18h30 (horário de Brasília), em novo confronto na capital chilena. Pouco antes disso, às 16h, a seleção da casa vai encarar a Venezuela na luta pela medalha de bronze da competição.

Os argentinos garantiram vaga na final com um triunfo sobre os venezuelanos, também por 3 sets a 0, com parciais de 25/13, 25/16 e 25/13, na outro duelo realizado na noite desta sexta-feira em Santiago.

A decisão deste sábado marcará o segundo encontro entre Brasil e Argentina neste Sul-Americano. Na última quinta-feira, no fechamento da primeira fase da competição, os brasileiros superaram os adversários por 3 sets a 0 para garantir avanço às semifinais como líderes do Grupo A. Anteriormente, a equipe comandada por Renan conquistou vitórias por 3 sets a 0 sobre Equador e Colômbia nos seus dois primeiros compromissos pelo torneio.

E nesta partida contra os chilenos nesta sexta-feira, a seleção brasileira começou jogando com o levantador Fernando Cachopa, o oposto Alan, os centrais Flávio e Isac, os ponteiros Leal e Douglas, e o líbero Thales. Também entraram em quadra no decorrer do duelo o levantador Carísio, o oposto Felipe Roque, o central Matheus e o ponteiro Hugo.

Após a partida, o ponteiro Douglas comemorou a passagem do Brasil para mais uma decisão. "Sabemos da importância de estar em mais uma final. O Brasil sempre entra nos campeonatos para estar no pódio, para disputar título, então é uma sensação inicial de dever cumprido e vamos com tudo para essa partida da final", afirmou o capitão brasileiro neste Sul-Americano, para em seguida projetar a decisão com os argentinos.

"Respeitamos muito o time deles (do Chile) porque sabíamos que esse jogo poderia se tornar difícil para o nosso time, então estudamos muito bem, entramos focados e não vamos fazer diferente amanhã (neste sábado)", disse Douglas. "Sabemos que a Argentina tem um time muito forte, jogamos muitas vezes contra eles e precisamos entrar com concentração para levar esse título. Acredito que eles entrem com um saque bem forte porque sabem do nosso poder de ataque e que precisam quebrar nosso passe", reforçou.

Grande favorito ao título, o Brasil soma 31 títulos nas 31 edições do Sul-Americano que disputou - ficou de fora da competição somente em 1964. Este torneio serve como preparação da seleção brasileira para a Copa do Mundo, que será realizada no Japão entre os dias 30 de setembro e 15 de outubro.

Tags: seleção brasileira Campeonato Sul-Americano de Vôlei argentina chile final