Vôlei

SUPERLIGA MASCULINA

No embalo do título continental, Cruzeiro busca manter liderança da Superliga

Minas e América também entrarão em quadra nesta quinta-feira

postado em 20/02/2020 08:01

(Foto: Agência i7/Cruzeiro)
Depois de conquistar o heptacampeonato sul-americano, o Cruzeiro volta as atenções para a Superliga Masculina. Nesta quinta-feira, pela sétima rodada do returno, o time celeste terá duelo contra o Sesc-RJ, às 20h, no Ginásio do Tijuca, no Rio de Janeiro. Minas e América também entrarão em quadra, diante de Sesi-SP (19h) e Blumenau (20h), ambos fora de casa, respectivamente.

O Cruzeiro é o líder da Superliga, com 44 pontos, enquanto o Sesc-RJ ocupa o terceiro lugar, com 38. O time estrelado tem uma partida a menos, pois o clássico contra o Minas, pela sexta rodada, foi adiado para o próximo dia 26 de fevereiro, por causa da presença celeste no Sul-Americano de Clubes, em Contagem. 

O oposto Evandro, que ganhou a concorrência de Luan na equipe titular, disse que o Cruzeiro precisa manter o foco na Superliga, depois de comemorar o título continental. “O jogo contra o Sesc RJ vem logo após um campeonato bem importante e pegado e agora temos que trocar o chip para sair do Sul-Americano de Clubes para voltar para a Superliga. Esse é um jogo muito importante para o nosso time e queremos nos manter na primeira colocação, manter o bom momento do time e estamos bem focados”, declarou.

O jogo no Rio de Janeiro marcará o reencontro dos cruzeirenses com um antigo ídolo: o oposto Wallace. Multicampeão com a camisa celeste, o também medalhista olímpico de ouro nos Jogos do Rio, em 2016, aposta no fato de conhecer bem os ex-companheiros. "Toda equipe tem ponto fraco e com eles não é diferente. Vamos tentar explorar isso ao máximo, da mesma forma que eles vão fazer com a nossa equipe. Vai ser um jogo difícil, como sempre é contra o Cruzeiro, mas não impossível”, disse. 

Minas em São Paulo

Em sexto lugar na Superliga, com 24 pontos, o Minas terá uma pedreira pela frente, o Sesi-SP, quarto colocado (36 pontos). Depois de duas derrotas seguidas, os minas-tenistas se recuperam diante do Sesc-RJ, com triunfo por 3 sets a 1, no Rio de Janeiro. O time paulista foi surpreendido pelo Campinas e busca a recuperação. No turno, em BH, o Sesi bateu os mineiros por 3 a 2. 

O técnico Nery Tambeiro aposta no bom tempo de preparação com o Minas, diante do adiamento do clássico contra o Cruzeiro. "Aproveitamos esse tempo para trabalhar muito tecnicamente, como o passe e o bloqueio. Na primeira semana, tivemos muitos trabalhos individualizados para termos ganho técnico e, assim, melhorarmos o tático também. Tentamos resgatar tudo que não estávamos fazendo tão bem para ter um padrão e crescer nas próximas rodadas", avaliou. 

Nossa equipe vem de um bom resultado e a equipe deles vem de um resultado negativo. Então, nós vamos embalados e eles querendo se recuperar no campeonato. Vai ser um jogo de muito equilíbrio e um jogo aberto, como foram os outros da temporada, que terminaram no tie-break”, projetou o treinador minas-tenista. 

América no Sul

Em penúltimo lugar, com apenas oito pontos, o América visita o Blumenau em Santa Catarina. O Coelho espera surpreender o adversário, que soma 22 pontos e briga por vaga entre os oito que vão aos playoffs. Na rodada anterior, o time americano vendeu caro o revés diante do Ribeirão Preto, por 3 sets a 2. 

O ponteiro Felipe Rammé considera que o América precisa focar na recuperação. “Independentemente da última derrota, nossas expectativas continuam positivas, vamos para Blumenau (SC) com o intuito de retornar com a vitória e os três pontos. Precisa do triunfo para fugir da zona de rebaixamento, por isso estamos treinando forte, estudando o adversário para que consigamos fazer um excelente jogo, com menos erros e alcançar nosso objetivo”, frisou.

Tags: minas américa cruzeiroec superliga masculina sesc-rj