Cruzeiro

Cuca lamentou falta de inspiração de alguns jogadores e chances desperdiçadas

postado em 22/05/2011 18:51 / atualizado em 22/05/2011 19:08

Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press
A estreia com derrota no Campeonato Brasileiro, neste domingo, em Santa Catarina, diante do Figueirense, passou pela falta de inspiração do meio campo estrelado, segundo o técnico Cuca. Para ele, jogadores como Roger e Montillo, que geralmente fazem a diferença, não estiveram numa tarde boa e o time sentiu falta da ‘munição’ dos dois principais responsáveis pela criação em campo.

“Foi um dia em que as nossas peças principais não foram bem. Nem no meio campo, com Roger e Montillo, que não conseguiram encaixar esse serviço pra frente e, automaticamente, nem os (jogadores) da frente. Não funcionou com dois e nem depois, com três, com o Dudu vindo por trás. Eles fecharam bem e souberam administrar o resultado. São três pontos que não imaginávamos perder e tomara que eles não façam falta lá na frente”, destacou.

Para o treinador, o restante da equipe também pecou ao não matar a partida ainda no primeiro tempo, quando teve chances. “Não foi um dia bom, não foi uma partida bem jogada. Nós poderíamos ter matado o jogo no primeiro tempo, tivemos quatro ou cinco bolas para escolher a melhor jogada e nenhuma delas nós escolhemos. Em algumas delas fomos imprecisos e você não pode perder chances como a gente perdeu”.

Chance aproveitada e retranca

O comandante estrelado também deu méritos ao Figueirense, que soube aproveitar os erros da Raposa e depois se fechar para segurar o resultado. “No segundo tempo eles tiveram uma sequência de três escanteios e no terceiro eles fizeram o gol. Foi uma falha nossa e nós fizemos o gol para eles. Fomos infelizes, acontece, e eles se fecharam bem, jogaram na base da dedicação, da raça, administraram bem o resultado e tiveram mais um ou dois contra-ataques. Nós até tivemos algumas chances, com o Thiago (Ribeiro) que chutou uma fora, embaixo do gol, e outra com o Ortigoza”.

Mesmo com 37 rodadas pela frente, Cuca não quer ver o Cruzeiro repetir uma atuação como a deste domingo. “É uma competição longa, mas não podemos ficar satisfeitos com o que nós apresentamos. Sabemos que a gente rende mais do que isso e hoje, por uma questão ou outra, não rendemos”.

Tags: