Cruzeiro

CRUZEIRO

Cruzeiro anuncia acordo com Tigres-MEX para pagamento de dívida por Rafael Sobis cobrada na Fifa

Clube celeste tinha prazo de pagamento até o próximo dia 15

postado em 10/07/2020 12:20 / atualizado em 10/07/2020 18:55

(Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro)
Presidente do Cruzeiro, Sérgio Santos Rodrigues anunciou, na live desta sexta-feira, um acordo com o Tigres, do México, para quitar a dívida pela contratação de Rafael Sobis, realizada em 2016. O clube celeste ficaria impossibilitado de registrar novos atletas pela Fifa se não cumprisse com o pagamento até o próximo dia 15. O débito total com os mexicanos é de cerca de R$ 17,2 milhões. O mandatário deu detalhes do acerto.


“Temos trabalhado bastante. Nosso diretor (executivo de esportes) André Argolo acabou de falar com o advogado Breno Tannuri (que defende o Cruzeiro nas causas da Fifa), a quem eu mando meu abraço, eles acabam de me informar que está assinado o acordo com o Tigres, da dívida que venceria dia 15”, anunciou o presidente do Cruzeiro.

“Teria mais uma dívida para frente, colocamos tudo junto. Pagamento com desconto e a gente teve ajuda de algumas pessoas, que pediram para não ter os nomes revelados. Chegamos a um acordo financeiro e, ao que tudo indica, o pagamento está indo hoje ainda para o Tigres. Se não for hoje, vai na segunda-feira”, complementou Sérgio Rodrigues.

A ação movida pelo Tigres contra o Cruzeiro na Fifa estava dividida em duas partes. A primeira, que venceria na próxima quarta-feira, tinha valor estimado de R$ 11,9 milhões. Já a segunda era de cerca de R$ 5,3 milhões. O diretor executivo de esportes, André Argolo, afirmou que o clube obteve um desconto, de valor não revelado, e pagará, de imediato, mais de 90% das cifras pendentes.

“A partir do que foi acordado com o Tigres, conseguimos um desconto importante em relação à dívida total que tínhamos com eles neste momento. E a maior parte do valor, acima de 90%, está sendo paga agora. Um pequeno saldo restante vencerá somente em dezembro. Em respeito ao que foi acordado entre as cúpulas dos dois clubes, não detalharemos os valores. Aproveito para agradecer ao Alberto Palomino, do jurídico do Tigres, e ao advogado Breno Tanuri. Agradeço também aos dirigentes do Tigres, que perceberam que hoje se trata de um novo Cruzeiro, um clube que está recuperando a credibilidade junto a todos, a partir do desenvolvimento de um trabalho sério e profissional de sua nova gestão”.

Em 28 de maio, a Raposa já havia repassado 600 mil euros (cerca de R$ 3,5 milhões) ao Zorya, da Ucrânia, pela aquisição dos direitos econômicos do atacante Willian, em julho de 2014. Ainda há 1 milhão de euros (R$ 5,96 milhões) em aberto, a serem discutidos pelo Tribunal Arbitral do Esporte no segundo semestre de 2020.

Por outro lado, uma dívida de 850 mil euros (R$ 5 milhões) com o Al Wahda, dos Emirados Árabes Unidos, gerou prejuízo irreparável para o Cruzeiro no âmbito esportivo. A Fifa determinou que o clube inicie a Série B com seis pontos negativos em razão do não pagamento da contratação por empréstimo do volante Denílson, em julho de 2016.

Para não ser novamente punido, desta vez com a proibição de registrar novos atletas, o Cruzeiro tem até o início de agosto para encerrar o processo referente ao empréstimo de Pedro Rocha, realizado em 2019. O Spartak Moscou, da Rússia, cobra 395 mil euros (cerca de R$ 2,3 milhões).

“Agora vamos batalhar, como batalhamos para cumprir essa que era muito maior, para cumprir essa dívida com o Spartak que vence no dia 8 de agosto”, prometeu o presidente.

Tags: Cruzeiro serieb Fifa interiormg futnacional Rafael Sobis Tigres