Cruzeiro

CRUZEIRO

Cruzeiro: Zé Eduardo revela ligação de Mazzuco e comenta fim de imbróglio

Atacante retirou ação na Justiça em que cobrava R$ 2 milhões dos mineiros

postado em 16/02/2021 18:17 / atualizado em 16/02/2021 23:03

(Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro)
De volta ao Cruzeiro depois de desistir de uma batalha judicial, o atacante Zé Eduardo comentou o fim do imbróglio. Em entrevista aos canais oficiais do clube, sem questionamentos de jornalistas, ele exaltou a participação do novo executivo de futebol da Raposa, André Mazzuco, nas tratativas para seu retorno à Toca da Raposa II.

“O (André) Mazzuco me ligou, só tenho a elogiar esse cara. Esse cara me abriu muito a mente, graças a Deus está tudo resolvido. Estou muito feliz por estar de volta aqui. Que a gente possa olhar para frente e alcançar nossos objetivos”, disse. 

“Foi um pouco precipitado (a ação na Justiça), mas o Mazzuco me abriu muito a mente e conseguimos resolver os problemas. Retirei a ação e foi tudo um mal-entendido. O Mazzuco me abriu a mente e está tudo resolvido”, complementou. 

Zé Eduardo havia ajuizado ação contra o Cruzeiro na Justiça do Trabalho no fim do mês passado. Ele pedia a rescisão do contrato por ter "três meses de salários em atraso, bem como ausência de mais de quatro meses de recolhimento de FGTS". 

O valor total da causa, que também incluía o pedido de pagamento de todos os seus vencimentos até o fim do contrato, em 2024, ultrapassava os R$ 2 milhões. O Cruzeiro não deu detalhes sobre o acordo que foi feito com o jogador. 

“Estou muito alegre, muito feliz de estar neste clube centenário. Principalmente neste ano, que é do centenário. Que a gente possa fazer um ano maravilhoso para recolocar o Cruzeiro na elite do futebol brasileiro”, disse Zé Eduardo nesta terça-feira.

Sob o comando de Felipe Conceição, o atacante buscará oportunidades que praticamente nunca teve no time profissional. Até aqui, ele atuou apenas uma vez, em outubro de 2020, quando Cruzeiro e Oeste empataram por 0 a 0 em jogo pela Série B do Campeonato Brasileiro.