UAI

2

'Seria titular do Atlético atual com os dois pés', brinca Sérgio Araújo

Ex-ponta do Galo analisa diferenças entre as gerações e relembra dificuldades dos tempos de jogador: 'No interior, o bicho pegava'

08/06/2022 06:00 / atualizado em 08/06/2022 09:19
compartilhe
Sérgio Araújo marcou época na ponta direita do Atlético
foto: Jorge Gontijo/EM/D.A Press

Sérgio Araújo marcou época na ponta direita do Atlético


Ponta-direita de uma geração inesquecível para a torcida do Atlético, Sérgio Araújo teve a carreira marcada por lances de habilidade, jogadas de velocidade e dribles desconcertantes. Convidado da seção Por Onde Anda?, do Superesportes, o ex-camisa 7 alvinegro respondeu se teria vaga no atual elenco do Galo. Na resposta, com muito bom humor, Serginho demonstrou a mesma ousadia que tinha nos gramados. 


Leia mais no uai.com.br/ mg.superesportes.com.br

SE INSCREVA EM NOSSO CANAL NO YOUTUBE!

Siga o Portal UAI nas redes sociais:
Instagram - @estadodeminas
Twitter - @portalUai / @em_com" />


"Com os dois pés, porque eu não Saci (risos). Mas jogava tranquilo, você está doido! Com o gramado que tem hoje, as bolas, as chuteiras. Fico vendo esses campos, só tapete. Pega e vai jogar em Uberaba, enfrentar 'Lobão e Lobinho', os caras espumavam. Era cotovelada, murro, porque não tinha tanta televisão", comentou. 
 
"Põe esses meninos para jogar no interior hoje para ver como o bicho pegava. E a grama, nossa mãe do céu! A iluminação parecia boate, a luz daqui (do estúdio) iluminaria mais", complementou. 

Ao Por Onde AndaSérgio Araújo apontou Ademir e Sávio como os jogadores do atual elenco do Atlético com as características mais parecidas às suas dos tempos de jogador. Para outros setores do ataque, o técnico Antonio Mohamed ainda conta com Eduardo Sasha, Eduardo Vargas, Keno, Felipe Felício, Fábio Gomes e Hulk, protagonista desta geração alvinegra. 



Sérgio Araújo no Atlético


Revelado pelo Atlético, Sério Araújo foi hexacampeão mineiro entre os anos 1980 e 1990 e conquistou a Copa Conmebol em 1992. Foram 58 gols e 360 jogos – é o 15º atleta que mais entrou em campo pelo clube.
 
Após se aposentar, em 1998, seguiu a carreira como técnico. Teve passagens pelo time juvenil do Villa Nova e pelo profissional do Operário-MT. 


Compartilhe