UAI

2

Ariel Cabral conta bastidores da saída do Cruzeiro: 'Eu já imaginava'

Meio-campista argentino detalhou o fim da passagem pela Raposa e afirmou: 'Era uma transição de jogadores que já tinham cumprido um ciclo'

21/06/2022 11:25 / atualizado em 21/06/2022 12:08
compartilhe
Ariel Cabral é o estrangeiro com mais partidas pelo Cruzeiro
foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro

Ariel Cabral é o estrangeiro com mais partidas pelo Cruzeiro


Ariel Cabral defendeu o Cruzeiro durante sete temporadas - de 2015 a 2021 - e deixou a Raposa no fim do ano passado, após completar 200 jogos pelo clube. Em participação no quadro Por Onde Anda?, do Superesportes, o argentino de 34 anos revelou bastidores de sua saída do clube celeste. 



Após o rebaixamento do Cruzeiro à Série B em 2019, Cabral teve os salários repactuados e se transferiu por empréstimo para o Goiás em 2020. Em seu retorno à Raposa, não conseguiu se firmar entre os titulares e teve o ciclo encerrado.

"Eu não tinha falado nada, eles também não estavam em nenhuma situação de acertar com jogadores, muitas dívidas. Nós não conversamos nada. Claro que qualquer jogador quer atuar até se aposentar. Nessa época, acho que saíram muitos jogadores. Estavam faltando Fábio, eu e Sobis", relembrou o atleta.

Em dezembro do ano passado, Cabral chegou à marca de 200 jogos pela Raposa - número que o colocou como estrangeiro com mais partidas pelo clube. 

Durante o empate em 0 a 0 com o Náutico, em partida válida pela 38ª rodada da Série B, ele e Rafael Sobis viveram noite especial. Cabral entrou em campo na segunda etapa com uma camisa com o número 200.

Sobis, assim como o companheiro, foi ovacionado e carregado pelo Raposão, tradicional mascote celeste.

Ariel Cabral se despede do Cruzeiro com Mineirão lotado; veja



"Não falamos nada, eu já imaginava que iria ser depois daquela partida, dos 200 jogos, que foi um pouco de marketing, com a despedida do Rafael Sobis. Foi muito bonito. Acho que eu não tinha que falar nada, eu aceitei, comemorei, passei muitas emoções nesse dia. Deixei passar e passou, não tinha nada para falar", explicou Cabral. 

Segundo o meio-campista, foi o fim de um ciclo de jogadores importantes na história celeste. Ele acredita que, por ser uma transição natural, já imaginava o fim da passagem. 

"Dei meus parabéns para o ídolo Fábio, o Rafa Sobis, e todo mundo saiu. Acho que era uma transição de jogadores que já tinham cumprido um ciclo. Depois, mais na frente, que eu fiquei sabendo do Fábio, já estava imaginando que iria acontecer e aconteceu. Passou", afirmou. 

Cabral marcou quatro gols e conquistou quatro títulos pelo Cruzeiro: duas Copas do Brasil, em 2017 e 2018, e dois Campeonatos Mineiros, em 2018 e 2019.
 
Atualmente, o jogador vive em Buenos Aires, na Argentina. Ele está sem clube, mas aguarda propostas para poder voltar a campo nos próximos meses

Compartilhe