UAI

2

Cabral lembra Ceni no Cruzeiro e revela pedido de desculpas do técnico

Apesar de jamais ter entrado em atrito com Rogério Ceni no Cruzeiro, Ariel Cabral revelou que o treinador se desculpou com ele em 2021

22/06/2022 08:00 / atualizado em 21/06/2022 22:09
compartilhe
Ariel Cabral lembrou relação do grupo com Ceni e revelou pedido de desculpas do treinador
foto: Superesportes

Ariel Cabral lembrou relação do grupo com Ceni e revelou pedido de desculpas do treinador


O volante Ariel Cabral falou pela primeira vez sobre a passagem de Rogério Ceni pelo Cruzeiro em 2019, ano do rebaixamento do clube à Série B com um elenco cheio de estrelas e com folha salarial milionária. O treinador ficou apenas oito jogos no comando e teve problemas de relacionamento com os atletas mais experientes.


"Ele tinha uma conversa que era, 'não vou utilizar jogadores mais experientes, vou utilizar outros jogadores', isso todo mundo sabia. Como todos falam, nesse momento, a gestão não foi a correta. Acabamos sendo prejudicados. No pessoal, não tenho nada para dizer."

"Depois, quando eu estava no Goiás, enfrentamos o São Paulo. Ele me cumprimentou, eu achei estranho, me pediu desculpas por qualquer coisa, mas eu não tinha nada contra ele, não estava puto nem nada. Mas às vezes, quando as pessoas escutam nas redes sociais, rádio, reportagem, ficam pensando. Mas eu tinha respeito pelo treinador, mesmo que ele não me colocasse. Vou falar o que? Já sabemos tudo o que aconteceu."

Acesse: https://mg.superesportes.com.br / https://uai.com.br

SE INSCREVA EM NOSSO CANAL NO YOUTUBE!

Siga o Portal UAI nas redes sociais:
Instagram - https://instagram.com/estadodeminas/
Twitter - https://twitter.com/em_com

#Cruzeiro #Ceni #Ronaldo" />


Na visão do meio-campista argentino, atualmente sem clube, Ceni errou ao chegar à Toca da Raposa II com a convicção de renovar o time com garotos e de deixar os jogadores mais experientes de lado.

"Foi uma mudança muito drástica. Estávamos acostumados com uma coisa, e com o novo treinador ficou totalmente diferente. Não tenho nada para falar dele, sempre respeito todos. Não concordava em algumas coisas, mas respeitava os treinos e ele (Ceni)", disse Cabral ao Superesportes durante entrevista ao quadro Por onde anda?.

"Ele tinha uma conversa que era, 'não vou utilizar jogadores mais experientes, vou utilizar outros jogadores', isso todo mundo sabia. Como todos falam, nesse momento, a gestão não foi a correta. Acabamos sendo prejudicados. No pessoal, não tenho nada para dizer", acrescentou o volante argentino.

Sem ambiente e sem conseguir fazer o Cruzeiro reagir no Campeonato Brasileiro, Rogério Ceni ficou apenas dois meses no Cruzeiro. Na mídia, o desgaste com o grupo ficou escancarado. Jogadores como Dedé, Edilson e Thiago Neves já expuseram publicamente os problemas de relacionamento com o treinador.

Pedido de desculpas


Apesar de jamais ter entrado em atrito com Rogério Ceni no Cruzeiro, Ariel Cabral revelou que o treinador se desculpou com ele em janeiro de 2021, quando voltaram a se encontrar em campo. Foi na vitória do Flamengo por 3 a 0 sobre o Goiás, na Serrinha, em Goiânia, na reta final do Brasileiro de 2020, conquistado pelo rubro-negro.

"Depois, quando eu estava no Goiás, enfrentamos o São Paulo (na verdade, Flamengo). Ele me cumprimentou, eu achei estranho, me pediu desculpas por qualquer coisa, mas eu não tinha nada contra ele, não estava puto nem nada. Mas às vezes, quando as pessoas escutam nas redes sociais, rádio, reportagem, ficam pensando. Mas eu tinha respeito pelo treinador, mesmo que ele não me colocasse. Vou falar o que? Já sabemos tudo o que aconteceu", concluiu Ariel Cabral.

Compartilhe