UAI

2

'Potencial para ficar anos no Cruzeiro', diz Gomes sobre Rafael Cabral

Goleiro da Raposa na Tríplice Coroa de 2003 analisou o momento de atual arqueiro celeste: 'Está conseguindo substituir o Fábio', disse

05/07/2022 07:00 / atualizado em 05/07/2022 10:41
compartilhe
Gomes confia em passagem longeva de Rafael Cabral pelo Cruzeiro
foto: Superesportes

Gomes confia em passagem longeva de Rafael Cabral pelo Cruzeiro



O ex-goleiro Gomes elogiou os primeiros meses de Rafael Cabral no Cruzeiro. Ele acredita que o atual titular da meta celeste tem potencial para ficar muitos anos no clube.



Contratado em janeiro deste ano para substituir o ídolo Fábio - que deixou o clube após 17 anos - Cabral sofreu com algumas críticas nos primeiros jogos. No entanto, ele ganhou confiança de grande parte da torcida depois de boas atuações.

Campeão da Tríplice Coroa com o Cruzeiro em 2003, Gomes ressaltou a responsabilidade do camisa 1 e projetou a permanência de Rafael por várias temporadas na Raposa.  

"Tem total potencial para ficar muitos anos no Cruzeiro. É um goleiro relativamente jovem (tem 32 anos). Goleiro é igual vinho, quanto mais velho, melhor. A responsabilidade, a cada vez que o time sobe um degrau, se torna maior. Mas se ele está conseguindo, principalmente em um momento tão difícil, substituir o Fábio, ele tem condições de dar sequência, mesmo o Cruzeiro subindo para a Primeira Divisão", afirmou, em participação no quadro Por Onde Anda?, do Superesportes.

Gomes teve longa experiência no futebol europeu após brilhar pelo Cruzeiro no Brasil
foto: AFP

Gomes teve longa experiência no futebol europeu após brilhar pelo Cruzeiro no Brasil



Sobre as comparações entre Cabral e Fábio, Gomes disse que o atual jogador do Cruzeiro tem lidado bem com a pressão, além de 'ser mentalmente muito bem preparado'. 

"Ele está preparado para isso. Mentalmente é um goleiro muito bem preparado, e isso conta muito para a posição. Senão, ele já teria começado a fazer comparações nas primeiras cobranças. Ele mesmo, 'poxa, vida, preciso fazer algo para parecer com o Fábio. Mas não", avaliou Gomes.



Vivência própria


Revelado na Toca II, Gomes defendeu o Cruzeiro entre 2001 e 2004. Ele acredita que viveu algo parecido ao que Cabral está lidando quando se tornou titular da Raposa. 

Goleiros marcantes dos 100 anos do Cruzeiro



O ex-goleiro assumiu a posição três anos após a saída do lendário Dida, mas mesmo assim sofreu com comparações. 

"Quando eu entrei no Cruzeiro ainda tinha cobrança do Dida, por mais que tivessem passado o Jefferson, que foi maravilhoso, o Paulo César Borges, ainda tinha 'Dida, Dida, o Cruzeiro ainda não achou um substituto'. Mas poxa, sou o Gomes, o Dida é fenômeno", explicou.

Por fim, Gomes deu uma dica ao dono do gol celeste nesta temporada: fazer o básico. Segundo ele, isso será fundamental para Cabral ter uma longa trajetória com a camisa celeste.

"Eu tenho que fazer o básico. Se eu fizer, com as minhas qualidades, com certeza vou conseguir fazer um grande trabalho. É o que o Rafael tem que pensar. Se fizer o básico, com as qualidades, tem condições de ter uma grande caminhada dentro do Cruzeiro", afirmou.

Aos 41 anos, Gomes é empresário de atletas e embaixador do PSV no Brasil. Além do Cruzeiro, ele passou pelo próprio PSV, da Holanda, por Tottenham e Watford, da Inglaterra, e Hoffeinhem, da Alemanha, antes de se aposentar. 

Assista à entrevista com o ex-goleiro Gomes na íntegra!




Compartilhe