UAI

2

Adversário do América, Avaí caiu cedo na Copa do Brasil e no Catarinense

Com aproveitamento de 31,2% na temporada, Avaí está pressionado pelo mau desempenho apresentado até então; time é o primeiro rival do América na Série A

08/04/2022 05:30
compartilhe
Eduardo Barroca comanda treino do Avaí em preparação para jogo com o América
foto: Leandro Boeira/Avaí

Eduardo Barroca comanda treino do Avaí em preparação para jogo com o América


O Avaí, primeiro adversário do América na Série A do Campeonato Brasileiro, vive um péssimo início de temporada. Os comandados de Eduardo Barroca caíram cedo na Copa do Brasil e também no Campeonato Catarinense, registrando aproveitamento de apenas 31,2% no ano.
 
 

Desde o início da temporada, o Avaí realizou 16 jogos. Nesse período, foram somente três vitórias, com seis empates e sete derrotas. O Leão da Ilha marcou 12 gols e sofreu 16 nesses confrontos.

Os resultados negativos refletiram na queda do técnico Claudinei Oliveira já no começo do ano. Eduardo Barroca foi contratado para a vaga, mas, desde então, o trabalho surtiu pouco efeito: o Avaí foi eliminado precocemente da Copa do Brasil, ainda na segunda fase, e caiu nas quartas de final do Campeonato Catarinense.

A eliminação na Copa do Brasil, no último dia 10 de março, foi vexatória. No Estádio da Ressacada, em Florianópolis, o Leão da Ilha viu, aos 45 minutos do segundo tempo, o gol marcado por Gabriel selar a vitória por 2 a 1 e a classificação do Ceilândia, do Distrito Federal.
 

Torcida do América protesta e pede saída de Marquinhos Santos

 

Na semana seguinte, mais uma queda. Diante do Brusque, um dos rivais do estado - que disputa a Série B do Campeonato Brasileiro -, o Avaí foi eliminado nas quartas do Estadual após dois empates (1 a 1 em casa e 0 a 0 fora). O resultado deixou o Leão da Ilha sem um calendário oficial até a estreia na elite do futebol nacional.

O Avaí teve praticamente uma nova pré-temporada para o início do Brasileirão. Desde 19 de março sem atuar, a equipe catarinense terá, ao todo, três semanas de preparação para o duelo contra o América.
 
 

"Trabalho pela competição interna. Tivemos cobrança da direção com os jogadores, com a comissão técnica. Tivemos trocas de profissionais, mas entendo que o trabalho está sendo feito com muito critério. É um desafio para a gente continuar crescendo jogo a jogo. Tivemos três semanas de preparação, mas vamos ter mais semanas, nas primeiras rodadas, para evoluir. Vamos enfrentar equipes fortes, em jogos difíceis, mas hoje o Avaí está muito mais preparado do que a equipe que eu recebi inicialmente", garantiu Eduardo Barroca em entrevista ao "Debate Diário", da CBN Floripa.

Neste domingo (10), às 19h, as equipes medirão forças no Estádio da Ressacada, em Florianópolis. A partida será válida pela 1ª rodada da Série A e representa uma oportunidade para ambas as equipes, que estão pressionadas pelo mau desempenho que vêm apresentando neste começo de temporada.

Compartilhe