UAI

2

Salum justifica escolha do América por Benítez e o compara a Zárate

Presidente da SAF do Coelho elogiou a nova contratação do clube e ressaltou as características diferentes do reforço americano

27/07/2022 09:29 / atualizado em 27/07/2022 10:58
compartilhe
Benítez foi apresentado como novo reforço do América nessa segunda-feira
foto: Mourão Panda / América

Benítez foi apresentado como novo reforço do América nessa segunda-feira


Presidente da SAF do América, Marcus Salum exaltou a nova contratação do clube, Martín Benítez. O dirigente também justificou a escolha pelo meia argentino e o comparou a Mauro Zárate, um dos destaques do Coelho na temporada passada. 



Assim como Zárate, Benítez é argentino, chega como esperança para o time, atua na área central do campo e sofre com problemas de lesão. Ex-jogador de Vasco, São Paulo e Grêmio, o meia tem 28 anos - sete a menos que Zárate - e chega ao América um mês antes do que o compatriota na temporada passada

Em entrevista de apresentação do atleta, realizada nessa segunda-feira (26), Salum garantiu que a contratação foi estudada com a comissão técnica e a comparou, em termos de qualidade técnica, com o grande reforço do time em 2021. 

"Eu gosto de falar para a torcida que a decisão de contratar o Benítez foi estudada, discutida com a comissão técnica e a diretoria. O estilo de jogo do Benítez é um estilo que o América tem poucas opções. A qualidade de Benítez se assemelha ao que nós tivemos no ano passado, com o Mauro Zárate", elogiou Salum.

Ele ainda afirmou que as características do novo camisa 28 é diferente dos demais jogadores do grupo atual. "Nós precisávamos de ter uma alternativa a um outro estilo de jogo e por isso decidimos pela contratação de um jogador de alto nível, que é o Benítez."

Fotos da apresentação de Benítez no América



Zárate chegou ao América como uma contratação para mudar o 'paradigma' - e conseguiu. Em 16 jogos pela equipe mineira, o ex-atacante do Boca Junior fez apenas um gol e deu duas assistências, mas contribuiu muito para a melhor campanha do clube na história da 'era dos pontos corridos' no Campeonato Brasileiro.



O argentino deixou o Coelho ao fim da temporada passada, por questões financeiras e pessoais, a fim de ficar mais perto da família. No início deste ano, passou rapidamente pelo Juventude antes de fechar com o Platense-ARG.

Benítez, por sua vez, já mostrou qualidade pelos clubes que passou no Brasil, mas dificilmente consegue uma sequência grande de jogos por causa das lesões. Sob o comando do técnico Vagner Mancini, ele disputará posição com Alê, Índio Ramírez e Matheusinho. 

Compartilhe