UAI

2

Após treta Jailson x Cavichioli, presidente diz que América é uma 'família'

Ao ser perguntado sobre atrito entre os goleiros Jailson e Cavichioli, o presidente do América, Alencar da Silveira Jr, exaltou o 'excelente' ambiente do clube

03/08/2022 19:50 / atualizado em 03/08/2022 20:13
compartilhe
Presidente do América, Alencar da Silveira Jr (esq), e goleiro Jailson (dir) durante apresentação no CT Lanna Drumond
foto: Mourão Panda / América

Presidente do América, Alencar da Silveira Jr (esq), e goleiro Jailson (dir) durante apresentação no CT Lanna Drumond


Presidente do América, Alencar da Silveira Júnior comentou sobre o atrito entre os goleiros Jailson e Matheus Cavichioli. Em contato com o Superesportes, nesta quarta-feira (3), o dirigente afirmou que o ambiente no clube é excelente e se assemelha à uma 'família': briga, mas supera.
 
"O que passou, passou. Nós pensamos para frente. Tenho um ótimo relacionamento com o Jailson e um bom relacionamento com o Cavichioli. O que é passado, é passado. Nós temos que nos preocupar com os jogos que temos. O América sempre foi uma família e sempre continuará sendo uma família. Essas brigas que têm, nós sempre superamos", disse Alencar.

Muitos fatores foram especulados como as possíveis razões para Jailson rescindir com o América, em julho. Contudo, nessa terça-feira (2), o jogador de 41 anos, em entrevista exclusiva ao Superesportes, revelou que o grande motivo para ter deixado o Coelho foi o 'ciúmes' de um concorrente de posição.

O atleta não citou nomes, mas deixou implícito que o alvo dos ataques era o atual goleiro do América, Matheus Cavichioli. Entre as declarações, Jailson disse que Airton, arqueiro reserva do Coelho, sofreu com o mau-caratismo do titular. Já o presidente Alencar disse que todo o elenco atual tem uma boa relação.

"Todo o grupo tem uma relação boa. Sempre teve e sempre continuará tendo. A pimenta que estão tentando colocar, não existe dentro do América. (...) Nós temos um ambiente excelente. Isso é mostrado dentro de campo, o que está acontecendo, o bom andamento que temos no clube", afirmou Alencar.
 
 

Respeito


Apesar das fortes declarações de Jailson, Alencar disse ter grande respeito pelo goleiro, que está sem clube desde que rescindiu com o América. Contratado para substituir Cavichioli, o arqueiro deixou marcas importantes na história do clube, principalmente ao defender pênaltis na Copa Libertadores.

"O América não tem que falar o que foi. O Jailson sempre terá as portas abertas no América, assim como qualquer outro atleta que passou no América. Não temos o que comentar, o que falar. O América continua sendo uma família. Tem as suas divergências e vai continuar tendo", disse Alencar.

"O presidente está falando para toda a torcida: somos gratos ao Jailson pelo tempo que passou aqui. Tenho uma amizade com o Jailson. Tenho um respeito muito grande por ele e por todos que estão no elenco hoje. Convivo com todos e tenho uma amizade com todos", pontuou.
 

Barcelona 4 x 5 América: fotos da decisão nos pênaltis em Guayaquil

 

Declaração de Jailson


Em entrevista ao Superesportes, Jailson questionou as atitudes do concorrente de posição enquanto atuou pelo América, entre janeiro e julho. O ex-Palmeiras argumentou que as mesmas situações indesejadas ocorreram em outros clubes em que o profissional atacado atuou.

"Já conheço a história desse cara, esse mau caráter, há um bom tempo. Não era só comigo. Tem um áudio de um amigo meu que jogou com ele no São José. Pessoal do América, o Airton, o Jori e o Robinho. O cara acha que é maior que o clube. Eu tinha o propósito de ficar até o final do ano. Infelizmente, esse mau caráter acabou com a alegria da torcida americana", citou Jailson.

"Pelo amor de Deus, é só olhar o meu biotipo e o biotipo do cara. O cara não se cuida. Muita coisa acontece no clube aí. O cara está com 18% de percentual (de gordura), 130kg, ninguém fala nada. Só ver as coisas, mas têm medo de falar", detonou.

 
 

Resposta de Cavichioli


Ainda nessa terça-feira (3), durante live para o programa de torcedores do América no YouTube, chamado Terça do Coelho, Matheus Cavichioli comentou sobre as críticas feitas por Jailson. O atual arqueiro alviverde disse que a maior resposta virá 'dentro de campo', com 'trabalho'.

"É inevitável não tocar no assunto a respeito de declarações vindo de fora. Minha resposta é trabalho, é treino, não tenho porque rebater críticas e algum tipo de acusação com palavras. Eu tenho compromisso fechado com algo muito maior que eu, que o presidente Salum, o Euler, é o América. Minha resposta fica no trabalho, no dia a dia e na felicidade que eu tenho de ajudar nos jogos", declarou Cavichioli. 
 
 

Compartilhe