UAI


Abel revela jogo que o inspirou em estratégia do Palmeiras contra Atlético

Treinador alviverde mencionou confronto da Liga dos Campeões de 2003/04

29/09/2021 07:00 / atualizado em 29/09/2021 02:04
compartilhe
Abel Ferreira ao lado de Marcos Rocha em Atlético 1 x 1 Palmeiras
foto: Douglas Magno/AFP

Abel Ferreira ao lado de Marcos Rocha em Atlético 1 x 1 Palmeiras


O técnico Abel Ferreira revelou de onde tirou a estratégia utilizada pelo Palmeiras para eliminar o Atlético na semifinal da Copa Libertadores. O time alviverde avançou à decisão continental após dois empates: 0 a 0 no Allianz Parque na ida e 1 a 1 no Mineirão na volta. A vaga veio por conta do critério do número de gols marcados fora de casa.

Português, Abel é admirador confesso do compatriota José Mourinho, histórico treinador que atualmente dirige a Roma. No início da carreira, Mourinho surpreendeu o mundo ao levar o Porto ao título da Liga dos Campeões da temporada 2003/04. Na trajetória até a decisão, os Dragões eliminaram o poderoso Manchester United fora de casa nas oitavas de final.

"Essa calma e essa inteligência, vou dizer a vocês, em que jogo me inspirei. Em Manchester United x Porto, em que o Mourinho empatou em casa por 0 a 0 e no último segundo, em Old Trafford, fez o 1 a 1 e os colocou na final. Foi nesse jogo que eu me inspirei. Foi isto o que eu disse para os nossos jogadores: ‘Temos que vir aqui (ao Mineirão) fazer gol e vamos fazer’. Nós temos uma Libertadores impecável, feita limpinha, sem VAR, sem confusões, sem nada. Com mérito dos meus jogadores. Mérito, competência, trabalho árduo, disciplina", disse Abel Ferreira.

O treinador do Palmeiras se confundiu apenas em um aspecto. Na verdade, o jogo de ida daquelas oitavas de final, o Porto venceu o United por 2 a 1, em casa. Na Inglaterra, os donos da casa abriram o placar ainda no primeiro tempo e estavam avançando com o 1 a 0. Aos 45 minutos da etapa final, Costinha marcou o gol salvador e garantiu a classificação dos portugueses com o empate.

Na semifinal da Libertadores, Abel apostou em não levar gol em casa. Conseguiu. No jogo de volta, esteve em desvantagem quando Eduardo Vargas, no início do segundo tempo, abriu o placar de cabeça. Mas Dudu, após passe de Gabriel Veron, assegurou o 1 a 1 e a classificação alviverde. Ao melhor estilo José Mourinho.



Da euforia ao choro: fotos da torcida do Atlético em bares de BH



Compartilhe