UAI

2

Arana sobre empate do Atlético com Goiás: 'Tem oportunidade, tem que matar'

Galo esteve à frente no placar em duas oportunidades, mas caiu de rendimento no segundo tempo e cedeu o empate ao Esmeraldino

30/04/2022 21:07 / atualizado em 30/04/2022 21:24
compartilhe
Guilherme Arana lamenta empate do Atlético com o Goiás pela Série A
foto: Pedro Souza/Atlético

Guilherme Arana lamenta empate do Atlético com o Goiás pela Série A

O lateral-esquerdo Guilherme Arana lamentou as chances perdidas pelo Atlético no empate por 2 a 2 com o Goiás, neste sábado (30), no estádio da Serrinha, em Goiânia, pela quarta rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. Na avaliação do defensor, o Galo teve várias chances claras de gol para 'matar' a partida quando ainda estava em vantagem no placar. 
 
 
"A gente tem que ajustar isso mesmo. Tem oportunidade, tem que matar. Eu falo sempre que, se a gente não tomar gol, a gente fica mais perto da vitória, porque o time cria muito. Infelizmente não matamos o jogo", disse. 

O Atlético abriu o placar aos 38 minutos do primeiro tempo, com Hulk. O atacante recebeu passe de Nacho Fernández na meia lua, ajeitou e bateu colocado no canto direito do goleiro Tadeu. 

O Goiás chegou ao gol de empate aos sete minutos da segunda etapa. Em jogada de contra-ataque pela direita, o meio-campista Elvis cruzou na medida para o Apodi balançar as redes. Livre de marcação, o lateral-direito subiu para cabecear no ângulo direito do goleiro Everson.
 

Goiás 2 x 2 Atlético: fotos do jogo na Serrinha pelo Brasileiro


Os jogadores do Atlético não se abateram com o gol sofrido. Três minutos depois de ter a defesa vazada, o Galo pulou à frente no placar novamente. Arana cruzou na cabeça de Eduardo Vargas, que mandou a bola no contrapé de Tadeu. 

Após o gol marcado, o Atlético desperdiçou algumas boas chances de ampliar com Vargas e o zagueiro Nathan Silva, que parou na trave. Ademir também havia acertado o poste ainda no início do segundo tempo. 

O Esmeraldino, no entanto, conseguiu deixar tudo igual aos 35'. Em mais um lance livre dentro da área, Apodi finalizou para o gol, mas a bola explodiu no braço de Arana. O árbitro Bruno Arleu de Araújo consultou o VAR e assinalou a penalidade máxima. Na cobrança, Elvis converteu.
 

Queda no rendimento

 
O Atlético tem apresentado uma nítida queda no rendimento no segundo tempo. Nos últimos três jogos que disputou, esteve à frente no placar em todos, mas cedeu o empate ao adversário. 
 
Contra o Coritiba, pela 3ª rodada da Série A, o Galo marcou dois gols ainda na etapa inicial, com o atacante Savarino (duas vezes), mas viu o Coxa buscar a igualdade, com Igor Paixão e Adrián. O 'tropeço' no estádio Independência, em Belo Horizonte, fez com que o clube desperdiçasse a chance de assumir a liderança. 

Na Copa Libertadores, o cenário foi exatamente o mesmo. Na última terça-feira (26), o Alvinegro empatou por 1 a 1 com o Independente del Valle, no estádio Banco de Guayaquil, em Quito, no Equador, pela 3ª rodada do Grupo D. Hulk abriu o placar para o time mineiro, mas Sornoza deixou tudo igual.

O Atlético fez o gol e teve pelo menos quatro grandes chances para ampliar o placar na etapa inicial, mas desperdiçou as oportunidades. No segundo tempo, a equipe recuou e passou a correr atrás do Del Valle, que empatou e esteve próximo de virar o jogo. 

Compartilhe