UAI

2

Arana, do Atlético, se recusa a cantar Cruzeiro durante hino nacional

Lateral-esquerdo do Galo omite o nome do principal rival no hino do Brasil, ainda que a palavra faça referência à constelação Cruzeiro do Sul

15/05/2022 16:35
compartilhe
Lateral-esquerdo Guilherme Arana, do Atlético, não canta a palavra 'Cruzeiro' durante hino nacional
foto: Juarez Rodrigues/EM/D.A Press

Lateral-esquerdo Guilherme Arana, do Atlético, não canta a palavra 'Cruzeiro' durante hino nacional


A rivalidade entre Atlético e Cruzeiro é, indiscutivelmente, uma das maiores do Brasil. E isso se comprova nos pequenos detalhes que envolvem o dia a dia dos clubes. O lateral-esquerdo Guilherme Arana, do Galo, em mais uma comprovação da força da rivalidade, se recusa a cantar a palavra 'Cruzeiro' durante o hino nacional do Brasil.
 
 

A atitude de Arana viralizou nas redes sociais ao ser postada por uma página de torcedores do Atlético neste domingo (15), no Twitter. O lateral da Seleção Brasileira, antes da vitória alvinegra sobre o Atlético-GO, no Independência, omitiu a palavra 'Cruzeiro' da frase: 'A imagem do Cruzeiro resplandece'.

Ainda que a estrofe composta por Joaquim Osório Duque Estrada faça referência à constelação Cruzeiro do Sul, é consenso entre atleticanos a omissão do trecho. Os torcedores do Galo se recusam a cantar, habitualmente, este trecho do hino antes dos jogos.

A atitude de Arana, portanto, repercutiu bem entre os atleticanos, que o consideram um ídolo. O lateral-esquerdo tem 118 jogos com a camisa preta e branca, com 14 gols e 23 assistências.
 

Os dez times que mais pontuaram no Brasileirão por pontos corridos

 

O jogador foi um dos pilares do time multicampeão em 2021 e já conquistou três Campeonatos Mineiros, uma Copa do Brasil, uma Supercopa do Brasil e um Campeonato Brasileiro pelo Galo.
 
 

Compartilhe