UAI

2

Keno defende trabalho de Turco no Atlético: 'Não é só ele o responsável'

Atacante do Galo pediu paciência com o técnico e afirmou que os jogadores também precisam 'dar o melhor' dentro de campo

14/06/2022 10:19 / atualizado em 14/06/2022 11:52
compartilhe
Keno concedeu entrevista coletiva na Cidade do Galo
foto: Pedrou Souza/Atlético

Keno concedeu entrevista coletiva na Cidade do Galo


Keno falou abertamente sobre a pressão sofrida pelo técnico Antonio 'el Turco' Mohamed no Atlético. O atacante de 32 anos, no entanto, acredita que o argentino não pode ser o único responsabilizado pelos resultados recentes da equipe.


 
O Galo vive o momento mais conturbado na temporada, após a derrota por 5 a 3 para o Fluminense e empates com Palmeiras, por 0 a 0, e Santos, por 1 a 1. Os resultados no Brasileiro deixaram o time na sétima posição da tabela, com 17 pontos - cinco a menos que o líder Palmeiras.
 
Em entrevista coletiva realizada nesta terça-feira (14), Keno garantiu que o grupo confia no técnico e pediu paciência. Ele afirmou que a pressão é normal, mas acredita em uma retomada.

"A pressão acontece, ainda mais no momento em que estamos vivendo. Sabemos que só nós podemos tirar essa pressão da gente mesmo. O treinador passa toda a confiança, nós também confiamos nele", disse. 
 
"Isso é questão de trabalhar, ter um pouco de paciência. Ganhamos tudo no ano passado, tinha mais fome de ganhar, vencemos títulos importantes, fazíamos gol todo jogo, não sofríamos. Mas acontece, não é só o treinador, que o 'povo' está jogando pedra, tentando acabar com a vida dele", completou.
 

'Tirar leite de pedra'

 
O atacante alvinegro ressaltou que os jogadores são tão responsáveis quanto o treinador pelo desempenho da equipe.
 
"Também sentimos por ele, somos jogadores, seres-humanos. Se ele está sentindo, pode ter certeza que todos os jogadores do Galo também estão sentindo por ele e por nós. Não é só ele o responsável. Ele dá o trabalho, nós também temos que dar o nosso melhor, do goleiro ao atacante", afirmou.

Segundo Keno, é necessário o time 'tirar leite de pedra' nos próximos jogos para retomar o caminho das vitórias. 
 
"Eu vejo todo mundo massacrando ele, eu sei que duas, três derrotas, cai em cima do treinador. Também temos que ter um pouco de responsabilidade, de entrar em campo e dar o nosso melhor. Quando a fase é ruim, tem que tirar leite de pedra", projetou.
 
Recém-recuperado de lesão, Keno deverá ser titular do Atlético na partida contra o Ceará. As equipes se enfrentam nesta quarta-feira, às 19h, na Arena Castelão, em Fortaleza, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro. O atacante tem um gol e uma assistência em 16 jogos na temporada. 

Fotos da Ferrari Portofino, modelo que o atacante Hulk, do Atlético, usou na Cidade do Galo



Compartilhe