UAI

2

Diretor do Galo concorre a prêmio de melhor executivo de futebol do Brasil

Premiação da CONAFUT visa eleger profissionais e clubes que mais se destacaram em 2021; comissão técnica de Cuca também concorre no pleito

27/06/2022 17:40 / atualizado em 27/06/2022 18:35
compartilhe
Rodrigo Caetano concorre em eleição que premiará o melhor executivo de futebol do Brasil no ano de 2021
foto: Divulgação/Atlético

Rodrigo Caetano concorre em eleição que premiará o melhor executivo de futebol do Brasil no ano de 2021


O diretor Rodrigo Caetano, do Galo, concorre ao prêmio de melhor executivo de futebol do Brasil. A premiação é realizada pela CONAFUT (Conferência Nacional de Futebol).
 
 

O Prêmio CONAFUT visa eleger os profissionais e clubes que mais se destacaram em 2021. Um de seus objetivos é evidenciar as melhores práticas de gestão e incentivar bons exemplos de profissionalismo.

Diversas categorias estão abertas para votação. São elas: melhor CEO, melhor executivo financeiro, melhor executivo de marketing, melhor executivo de futebol, melhor comissão técnica, melhor departamento de análise de desempenho e melhor departamento de futebol feminino.

Rodrigo Caetano concorre como executivo de futebol. Na descrição do CONAFUT, esse profissional tem como principal atribuição "proporcionar o pleno funcionamento do departamento de Futebol de Base e Profissional". Os concorrentes do diretor atleticano são Anderson Barros, do Palmeiras, e Eduardo Freeland, do Botafogo.
 

Conheça o luxuoso hotel que hospeda o Atlético no Equador

 

"O Executivo de Futebol em um clube profissional tem como principal responsabilidade proporcionar o pleno funcionamento do departamento de Futebol de Base e Profissional. Ele é responsável por montar o elenco de jogadores para a temporada, supervisionando os processos de vendas, empréstimos e compras de direitos de atletas. Estas atividades devem ser conduzidas de acordo com as diretrizes definidas em orçamento. O Executivo de Futebol deve também gerir a comissão técnica no seu dia a dia, garantindo que haja um ambiente propício para o desenvolvimento do trabalho e o alcance dos resultados em campo", descreve o CONAFUT.

A comissão técnica de 2021, comandada pelo técnico Cuca, também concorre ao prêmio, na categoria "Melhor comissão técnica". Os concorrentes são o Fortaleza, de Vojvoda, e o Palmeiras, de Abel Ferreira.

A eleição é feita a partir de três candidatos indicados pelo Conselho CONAFUT. Há um júri especialista (70% de poder de voto), participantes CONAFUT (20% do poder de voto) e votação popular (10% do poder de voto). A torcida do Atlético pode participar por meio deste link.

Trajetória no Atlético


Rodrigo Caetano foi anunciado como diretor de futebol do Atlético em 6 de janeiro de 2021. De lá para cá, auxiliou na montagem de uma equipe repleta de bons nomes e conquistou cinco dos seis títulos disputados até então.

Desde que chegou ao Galo, Caetano já conquistou dois Campeonatos Mineiros, um Campeonato Brasileiro, uma Copa do Brasil e uma Supercopa do Brasil. Sob sua gestão, o Atlético anunciou contratações fundamentais, como as de Hulk e Nacho Fernández.

O trabalho de Rodrigo Caetano no Atlético despertou o interesse da 777 Partners, que firma acordo para compra da SAF do Vasco. Os executivos do grupo norte-americano têm no diretor do Galo o nome ideal para conduzir o futebol cruzmaltino. De toda forma, a tendência é que o dirigente, que tem contrato até o fim de 2022, renove com o clube mineiro por mais um ano.
 
Caetano também concorre em uma premiação sul-americana, da Confut. Na eleição, o diretor de futebol do Atlético vem superando Anderson Barros (Palmeiras) e André Mazzuco (Botafogo), com 68,5% dos votos. 

Compartilhe