UAI

2

Turco cobrou uso do VAR em Atlético x São Paulo: 'Imagens falam por si só'

Técnico do Galo entende que árbitro Anderson Daronco poderia ter sido chamado pelo VAR para analisar o lance de Miranda e Hulk

10/07/2022 23:07 / atualizado em 10/07/2022 23:33
compartilhe
Turco Mohamed entende que árbitro Anderson Daronco poderia ter sido chamado pelo VAR para analisar o lance de Miranda e Hulk
foto: Galo TV/reprodução

Turco Mohamed entende que árbitro Anderson Daronco poderia ter sido chamado pelo VAR para analisar o lance de Miranda e Hulk



Técnico do Atlético, Antonio 'El Turco' Mohamed evitou polemizar a atuação da arbitragem no empate por 0 a 0 com o São Paulo, neste domingo, no Mineirão, pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Galo reclamou de um pênalti de Miranda sobre Hulk, aos 37 do segundo tempo, mas o lance foi considerado normal pelo VAR. O árbitro Anderson Daronco (Fifa/RS) nem sequer foi chamado para a revisão.



No entendimento do comandante atleticano, todos estão sujeitos ao erro numa partida de futebol, mas a tecnologia está à disposição e precisa ser utilizada em casos polêmicos.



Mohamed se limitou a dizer que as imagens foram claras.

"Sobre a arbitragem, não vou opinar, não tenho esse costume. As imagens falam por si só sobre o que aconteceu dentro do campo de jogo. A única coisa que vou dizer é que todos nós podemos nos equivocar, mas há ferramentas que te ajudam a se equivocar menos. E é preciso utilizá-las. Nada além disso", comentou.

O técnico ainda falou rapidamente sobre as queixas de Hulk. O atacante alegou depois da partida que foi recomendado pelo árbitro Anderson Daronco a tomar cuidado sobre o que falaria à imprensa.



Na visão de Turco, os minutos seguintes a um jogo são sempre quentes e é preciso manter a calma. "Se ele (Daronco) falou isso com Hulk, não está certo. Têm que manter a calma todos, ficar tranquilos. (...) Além disso, tudo que a gente fala, fala de cabeça quente dentro de campo. Tem que estar tranquilo, ficar tranquilo", ponderou.

Poucas chances de gol do Galo


Antonio Mohamed viu méritos do São Paulo em fazer com que o Atlético tivesse poucas oportunidades de gol neste domingo, no Mineirão. O adversário entrou em campo com três zagueiros e cinco homens no meio-campo. Essa estratégia impôs ao Galo muitas dificuldades para criar e penetrar na área do Tricolor.



"Foi um jogo físico, duro e muito complicado. Às vezes há situações que se abrem num jogo e em outro dia não é possível. O São Paulo fez um jogo muito fechado, com uma boa defesa. E isso foi difícil. Nada mais que isso. Foi o que aconteceu. Fizemos um grande esforço, buscamos sempre ganhar o jogo, o time teve uma grande intensidade, muita intensidade, mas nos faltou boas conclusões e a última jogada para poder ganhar. De qualquer forma, quando não se ganha é importante não perder e também não levar gol", observou.

Compartilhe