UAI

2

Hulk tentará findar maior jejum de gols no ano em Atlético x Palmeiras

Sem marcar gols há cinco jogos, ídolo do Galo enfrenta sua maior sequência negativa nesse aspecto em 2022; reclamações têm sido pauta frequente

03/08/2022 08:00 / atualizado em 03/08/2022 12:40
compartilhe
Hulk não marca gols pelo Atlético há cinco jogos e tem sido criticado pelo excesso de reclamações com a arbitragem
foto: Pedro Souza/Atlético

Hulk não marca gols pelo Atlético há cinco jogos e tem sido criticado pelo excesso de reclamações com a arbitragem


Ídolo do Galo, o atacante Hulk tentará findar o seu maior jejum de gols no ano no duelo entre Atlético e Palmeiras, às 21h30 desta quarta-feira (3), no Mineirão, em Belo Horizonte, pelas quartas de final da Copa Libertadores da América. O principal nome do time mineiro não balança as redes há cinco jogos.
 

Os 50 maiores artilheiros da história do Atlético

 

Nas redes sociais, torcedores e analistas têm apontado uma queda de rendimento de Hulk na temporada. As notícias sobre os belos lances, gols de placa e bons números têm dado lugar, principalmente, às reclamações do atacante do Atlético com a arbitragem.

O momento de Hulk, assim como o do Galo, não é tão positivo - e o atacante reconhece. "Se a gente mantiver nosso trabalho, nosso foco, nossa determinação, nossa humildade de saber que a gente precisa errar menos, acertar mais... Eu nem digo o fato de a gente correr mais, porque corremos bastante, mas, por vezes, a gente corre errado. Tem jogo que temos que correr menos e acertar mais", disse em entrevista coletiva na última sexta-feira (29).
 
 

Jejum de gols volta a ser problema


A maior sequência sem gols de Hulk pelo Atlético ocorreu entre junho e julho de 2021. Após marcar de pênalti na vitória por 2 a 0 sobre o Remo, pela Copa do Brasil, o atacante passou dez partidas sem balançar as redes. Ainda assim, deu cinco assistências no período.

O jejum viria a ser encerrado em um duelo contra uma equipe paulista. No dia 17 de julho, Hulk marcou os dois gols da vitória do Atlético por 2 a 1 sobre o Corinthians, pela Série A do Campeonato Brasileiro.



Já são 59 gols e 18 assistências de Hulk em 103 compromissos pelo Atlético. Os números, desempenhos e títulos do camisa 7 conferem um status inegável de ídolo. Em má fase, o principal nome da equipe mineira busca reencontrar o caminho das redes.
 

Maiores artilheiros do Atlético na Copa Libertadores

 

Compartilhe