Botafogo

ATLÉTICO

Gabriel explica desejo de permanecer no Botafogo, mas diz estar feliz por retorno ao Atlético: 'Quem sou eu para recusar jogar aqui'

Zagueiro destaca temporada no Rio e promete reconquistar torcida do Galo

postado em 11/01/2020 09:00 / atualizado em 10/01/2020 15:55

(Foto: Bruno Cantini/Atlético)

De volta ao Atlético depois de empréstimo ao Botafogo, Gabriel concedeu entrevista coletiva nesta sexta-feira, na Cidade do Galo. O zagueiro explicou a declaração de que gostaria de continuar no time carioca em 2020, mas ressaltou que não recusaria o chamado para retornar ao clube que o revelou - iniciou a trajetória na base atleticana em 2007. 

"No primeiro instante, eu disse que queria continuar no Botafogo, mas deixei claro que, se fosse para voltar, voltaria feliz, sem problema algum. É um clube que me abriu as portas. Quem sou eu para recusar jogar no Atlético. Não tenho esse poder. O Galo está acima de qualquer jogador. Estou feliz, me sinto bem aqui. Estou disposto a ajudar”, destacou o jogador de 24 anos, que volta ao Alvinegro para suprir a vaga deixada por Leonardo Silva, aposentado

No início do ano passado, Gabriel foi repassado ao Botafogo como parte do negócio que envolveu a compra de Igor Rabello pelo Atlético. Ele tinha contrato de empréstimo com o clube carioca até dezembro de 2020.  No entanto, o Galo solicitou o retorno do zagueiro sem custos, já que essa opção constava no acordo. Em 2019, Gabriel foi um dos destaques do Fogão, atuando em 54 jogos, com um gol marcado. 

Gabriel exaltou a temporada no Rio de Janeiro e prometeu manter o bom rendimento no Atlético. “Lá eu fui muito feliz. Tive um ano incrível, mas aqui eu também posso ter um ano incrível. Vamos brigar por coisas grandes este ano. O torcedor do Galo eu vou conquistá-lo jogando”, projetou. 
 
Por fim, Gabriel analisou o desempenho pessoal pelos dois clubes. Antes do empréstimo, o defensor atuou em 123 jogos, de 2014 a 2018, marcou três gols e conquistou um título – o do Campeonato Mineiro de 2017. 

“Eu tive uma sequência aqui, tive um momento que oscilei. Ficou um pouco a desejar da minha parte. Lá, no Botafogo, o clube e a torcida me abraçaram, uma experiência incrível lá. Voltei para tentar reconquistar a torcida do Atlético, que é exigente, mas sei do que posso render”, concluiu. 

Tags: atlético gabriel interiormg botafogorj seriea