UAI

2

Botafogo publica nota de repúdio à invasão de organizada ao CT

Clube alvinegro se manifesta sobre ato de integrantes da Fúria Jovem ao Espaço Lonier e avisa que não vai tolerar esse tipo de ocorrência

15/06/2022 20:18
compartilhe
Botafogo condenou invasão de integrantes da Fúria Jovem ao CT
foto: Reprodução/Instagram

Botafogo condenou invasão de integrantes da Fúria Jovem ao CT


Após a invasão de integrantes da torcida organizada Fúria Jovem ao Espaço Lonier, CT do Botafogo, na manhã desta quarta-feira, o clube se pronunciou repudiando o ocorrido. Em nota publicada no site oficial e redes sociais, a equipe afirmou que "não vai aceitar este tipo de ocorrência".

O acontecimento se deu devido aos maus resultados recentes do Botafogo no Campeonato Brasileiro. O clube vem de cinco jogos sem vencer, sendo quatro derrotas seguidas. A última delas, para o Avaí por 1 a 0 na última segunda-feira, no Estádio Nilton Santos.

No ocorrido, os torcedores, que carregavam faixas de protesto, tiveram contato com alguns jogadores que estavam fazendo tratamento no departamento médico e prometeram voltar ao local no período da tarde para cobrar os demais atletas e comissão técnica - situação que acabou não acontecendo.

O comunicado publicado pelo Botafogo ainda afirma que os responsáveis pela invasão "não representam a torcida alvinegra", que o clube já acionou a polícia e "aguarda medidas severas dos órgãos competentes". Por fim, reforçou que "o futebol brasileiro não pode mais se sujeitar a este tipo de episódio, que tem sido recorrente em diversos clubes do país".

O Botafogo volta a campo visando por fim na sequência ruim no Brasileirão nesta quinta-feira, quando recebe o São Paulo, pela 12ª rodada, às 16h (de Brasília).

Confira a nota oficial do Botafogo:


O Botafogo vem a público se manifestar sobre a invasão de torcedores organizados na manhã desta quarta-feira (15) ao local de treinamentos da equipe profissional. O Clube repudia veementemente a forma como funcionários e atletas foram ameaçados, intimidados e hostilizados dentro de um ambiente privado, de trabalho, e no exercício de suas funções. É inadmissível e o Botafogo não vai aceitar este tipo de ocorrência. Assim como sabe que os envolvidos não representam a torcida alvinegra.

A polícia foi acionada e a equipe operacional está monitorando a situação para que sejam tomadas as providências cabíveis. O Clube aguarda medidas severas dos órgãos competentes. O futebol brasileiro não pode mais se sujeitar a este tipo de episódio, que tem sido recorrente em diversos clubes do país.

Protestos são válidos e aceitos, mas desde que não extrapolem o ambiente de civilidade. Os torcedores têm todo direito de se manifestarem, mas atitudes como essa, com invasão e ameaças, prejudicam a equipe e os projetos que estão em curso.

Ações internas estão sendo realizadas diariamente, com todos os envolvidos no futebol, visando encontrar soluções que gerem melhores resultados em todos os setores. Entendemos o momento complicado em campo. Diretoria, comissão técnica e funcionários estão imbuídos com o projeto de desenvolvimento da SAF e todos estão mobilizados para buscar os melhores caminhos para a Botafogo.

Sobre reportagem veiculada na coluna de "Ancelmo Gois", de O Globo, o Clube nega as ilações de falta de comprometimento dos atletas e os fatos apresentados, tentando entender as reais motivações por trás da notícia. O Botafogo não vai permitir que a dignidade e a credibilidade do trabalho de seus profissionais sejam colocadas à prova por uma reportagem que sequer cumpriu o papel básico do jornalismo: ouvir o outro lado.

A SAF segue com o seu propósito de resgatar o Botafogo e não vai medir esforços para isso. Independentemente de uma fase ruim, as ideias e o projeto seguem inabaláveis e certo de que um caminho sólido está sendo construído.

Compartilhe