UAI

2

De olho em atleta do Galo, Corinthians fecha 2021 com déficit financeiro

Clube divulgou balancete do último trimestre do ano. O déficit foi de R$ 532 mil

28/12/2021 16:44 / atualizado em 28/12/2021 16:59
compartilhe
Corinthians fechou o último trimestre de 2021 com déficit de R$ 532 mil
foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians

Corinthians fechou o último trimestre de 2021 com déficit de R$ 532 mil


 
De olho em Diego Costa, do Atlético, o Corinthians divulgou nesta terça-feira o balancete financeiro do terceiro trimestre de 2021. Dessa vez, o clube fechou no vermelho. O déficit foi de R$ 532 mil.
 
 

Veja todas as contratações dos times da Série A para 2022


O clube evitou o crescimento da dívida, que segue perto de R$ 1 bilhão, sem contar a dívida atrelada à Neo Química Arena.

Aliás, R$ 19,3 milhões foram gastos apenas para abatimento de débitos sobre a dívida total.

O departamento de futebol recolheu R$ 270,4 milhões até o fim de setembro, o que rendeu um superávit de R$ 20,2 milhões, já que os gastos somaram R$ 250 milhões.

O clube social, junto aos esportes amadores, arrecadaram R$ 39,9 milhões e tiveram despesas de R$ 41,4 milhões, o que gerou um déficit de R$ 1,4 milhão.

A maior fonte de receita que o clube conseguiu até setembro chegou por meio das cotas de TV, que representaram R$ 189,3 milhões. Com patrocínios, por ora, o clube já recebeu R$ 75,5 milhões.

A dívida de curto prazo ainda é responsável pela maior dor de cabeça: R$ 556,6 milhões que acabam causando bloqueios de penhoras que, muitas vezes, travam o fluxo de caixa do clube.

Apesar dos problemas, o Corinthians confia que vai fechar o balanço anual no azul, algo que não acontece desde 2016.

Para isso, o Timão conta com os valores que serão acrescentados a partir da abertura da Neo Química Arena ao público, o incremento de novas parcerias e negociações que estão sendo concluídas sobre jogadores nesse fim de ano.

Compartilhe