Coritiba

SPORT

Em alta no Sport, Hernane elege como metas as artilharias da Série B e do Brasil no ano

O centroavante do Leão está quatro gols atrás de Edson Cariús, maior goleador do país com 18 gols. Ambos possuem 19 partidas na temporada

postado em 07/06/2019 10:50 / atualizado em 07/06/2019 15:36

<i>(Foto: Leandro de Santana/Esp DP Foto)</i>
14 gols em 19 jogos. Esta é a marca de Hernane no ano de 2019. Se antes contestado e estigmatizado pelo ano passado ruim com a camisa do Sport, hoje, o camisa 9 é considerado um dos atletas mais importantes do elenco de maneira incontestável. Essa confiança tem feito o centroavante fazer gols e brigar pela artilharia das competições da atual temporada, mas ele quer mais. Segundo, o avançado, a meta é ser artilheiro da Série B e brigar pela artilharia no país. 

“Estou vivendo um ano maravilhoso, onde meus números se comparam aos do Flamengo. Se continuar assim, acredito que eu termino o ano brigando não apenas pela artilharia da Série B, como para ser artilheiro do Brasil também”, contou. 

Sobre o atual artilheiro da Série B, o atacante Rodrigão, que joga pelo Coritiba com seis gols e um jogo a mais, Hernane coloca que é uma boa briga e brinca dizendo que espero continuar fazendo seus gols. “É uma disputa boa. Ele faz gols na equipe dele, eu faço defendendo a minha. A gente sabe que ele vai passar jogos sem fazer gols, eu também… Espero que não sejam muitos (risos).”

Quando perguntado sobre o próximo rival, o Vitória, Hernane coloca que não há maior motivação por ter jogado no Bahia. Segundo o atacante, o Leão da Barra é um clube em que ele tem um bom histórico de gols em sua carreira.

“Contra o Vitória eu só não fiz gol jogando pelo Bahia, mas jogando pelo Flamengo eu fiz no Maracanã e no Barradão, mas isso não me motiva a mais não. Independente de qualquer time ou de qualquer partida, eu vou querer fazer os gols. Essa é mais uma partida dentro de casa e creio que vai sair mais um gol nesse jogo”, explicou. 

Artilharia do país

Meta colocada por Hernane, a artilharia do país ainda está um pouco distante do atacante. São quatro gols de distância do artilheiro máximo do Brasil que é o atacante Edson Cariús, com 18 tentos assinalados em 2019.

Em número de gols, o camisa 9 do Leão é o quinto no país, empatado com Daniel Amorim, do Avaí, com 14 gols marcados. O Brocador, porém, possui a terceira melhor média, apenas atrás do avançado cearense e de Rodrigão, seu rival direto pela artilharia da Série B. Ambos com médias próximas a 1 gol por partida. 

Os cinco maiores goleadores de 2019

1º) Edson Cariús - Ferroviário-CE - 18 gols em 19 jogos (0,94 gol/jogo)
2º) Fred - Cruzeiro - 16 gols em 26 jogos (0,61 gols/jogo) e Gilberto - Bahia - 16 gols em 30 jogos (0,53 gols/jogo)
3º) Luciano - Fluminense - 15 gols em 30 jogos (0,5 gols/jogo)
4º) Rodrigão - Coritiba - 14 gols e 15 jogos (0,93 gol/jogo); Hernane - Sport - 14 gols em 19 jogos (0,73 gol/jogo) e Daniel Amorim - Avaí - 14 gols em 24 jogos (0,58 gol/jogo)
5º) Gabigol - Flamengo - 13 gols em 24 jogos (0,54 gol/jogo); Bruno Henrique - Flamengo - 13 gols em 25 jogos (0,52 gol/jogo) e Ricardo Oliveira - Atlético-MG - 13 gols em 26 jogos (0,5 gol/jogo).