Cruzeiro

CRUZEIRO

Fundo também tem percentual de Lucas Silva e fatia do Cruzeiro é menor do que se imaginava

Clube celeste só tem 30% dos direitos e tenta adquirir percentual de "sócios"

postado em 22/01/2015 13:11 / atualizado em 22/01/2015 14:52

Instagram/Reprodução
Lucas Silva está em vias de ser negociado com o Real Madrid e um encontro na tarde desta quinta-feira pode selar a negociação. Nos últimos dias, o Superesportes tem apurado qual a parcela da venda que caberá ao Cruzeiro receber. Na última segunda-feira, à reportagem, o proprietário dos Supermercados BH admitiu que é dono de 20% dos direitos. Desta vez, um fundo de investidores ligado ao laboratório EMS Sigma Pharma, antigo parceiro de Zezé Perrella, revelou que também é dono de percentual.

“Temos uma porcentagem, mas preferimos não revelar qual é. É de um fundo, que tem alguns acionistas do laboratório. Estamos tentando contato com o presidente do Cruzeiro para saber mais sobre essa venda do Lucas. Durante a negociação, as partes se ajeitam para chegar a um denominador que seja bom para todos”, disse Marcus Sanchez, representante do fundo Futinvest. A reportagem apurou que os investidores detêm 20% de Lucas.

Representantes de todos os lados confirmaram participação nos direitos de Lucas. “Confirmo que temos uma porcentagem, mas não participamos da venda. O Cruzeiro tem os direitos federativos e cabe a ele conduzir a negociação e depois passar o que é nosso”, disse Hyssa Elias Moisés, representante do Banco BMG, dono de 10% de Lucas. Nesta quinta, o empresário Pedro Lourenço, dos Supermercados BH, ressaltou que é dono de 20%, mas garantiu que não dará pitaco nas negociações: “Não fui consultado sobre a venda, mas o Cruzeiro é quem manda”, pontuou.

O estafe de Lucas Silva confirma, oficialmente, que o próprio jogador é dono de 10% de seus direitos econômicos. O presidente da Agremiação Esportiva Ovel, Dorival Rezende, de Goiânia, também revela ser dono de 10%. “Ficamos com 20% do Lucas quando aprovamos ele nas categorias de base do Cruzeiro. No inicio de 2012 vendi 10% para o Banco BMG. Na época ofereci ao Cruzeiro, mas o Dimas (Fonseca, então diretor de futebol) disse que o clube não tinha interesse”, revelou o mandatário à reportagem.

Assim, a divisão dos direitos de Lucas é a seguinte: Cruzeiro 30%, Supermercados BH 20%, Futinvest (ligado ao laboratório EMS) 20%, Ovel 10%, próprio jogador 10% e Banco BMG 10%.

Agora interessa

Perto de negociar Lucas Silva por quantia milionária, o Cruzeiro, agora, mostra interesse nos 10% da Ovel. O Superesportes apurou que o clube celeste fez uma sondagem ao presidente da escolinha para adquirir a porcentagem dos goianos antes da venda do volante ao Real Madrid. Benecy Queiroz, responsável pela ligação, ouviu que o dirigente não aceita receber menos do que 3 milhões de reais pela parte que lhe cabe. “Confirmo que recebi uma consulta do Cruzeiro hoje pela manhã”, disse Dorival, em breve contato com a reportagem.

O pai de Lucas Silva admitiu uma reaproximação do Real Madrid
, mas não deu detalhes da nova oferta. Apesar dos jornais espanhóis garantirem que a negociação do volante cruzeirense já foi finalizada, o presidente Gilvan de Pinho Tavares garantiu à reportagem, na noite dessa quarta, que a proposta ainda não alcançou os valores pedidos pelo Cruzeiro.

Cruzeiro não aceita receber menos de 50%

Ao canal ESPN, o gerente de futebol do Cruzeiro, Valdir Barbosa, esclareceu que o clube, como formador do atleta e responsável por sua projeção nacional e internacional, exigirá da mais do que os 30% a que tem direito, legalmente, para fechar o negócio com o Real Madrid. Como único dono dos direitos federativos de Lucas – documentação de transferência –, o Cruzeiro tem como barganhar as condições. Diante disso, os sócios nos direitos do volante terão que entrar em acordo para ficar com valores inferiores.

“Não são somente 30%. O presidente estava negociando muita coisa em cima disso aí de percentuais. Algumas divisões foram feitas anteriormente e ele acha que, por justiça, por ser o Cruzeiro o formador do atleta, aquele que bancou os salários, aquele que o promoveu, o Cruzeiro merecia e merece uma quantia maior. Foi por isso que ele definiu uma quantia, não abre mão dela. O Lucas Silva, o seu procurador e o Real Madrid estão cientes disso e tentando chegar a um denominador comum”, disse o dirigente.

Tags: bastidores percentual cruzeiro Lucas Silva