Cruzeiro

CRUZEIRO

Cruzeiro perde invencibilidade na hora "certa", sofre, mas avança; relembre números

Equipe estava há 23 partidas sem perder; revés por 2 a 1, entretanto, não traz maiores problemas ao time, que se classificou às oitavas da Copa do Brasil

postado em 19/04/2017 21:38 / atualizado em 19/04/2017 23:58

Ramon Lisboa/EM/D.A. Press
O único invicto da Série A em 2017 caiu nesta quarta-feira. Há 23 partidas sem perder, o Cruzeiro foi ao duelo contra o São Paulo, pela quarta fase da Copa do Brasil, podendo até ser derrotado - e foi. O revés por 2 a 1 no Mineirão, entretanto, bastou para a classificação da equipe celeste, que venceu por 3 a 2 no agregado e se garantiu nas oitavas de final da competição.

A invencibilidade celeste se iniciou ainda em 2016. Na última partida do Campeonato Brasileiro daquela temporada, o Cruzeiro derrotou o Corinthians por 3 a 2, no Mineirão.

Em 2017, a série se estendeu por quase quatro meses entre o amistoso contra o Brasília e a derrota para o São Paulo. Foi a maior invencibilidade entre os times da Série A do Campeonato Brasileiro na temporada.

Dos 23 jogos sem perder, o time do técnico Mano Menezes acumulou 18 vitórias e cinco empates. Também nesse período, o Cruzeiro fez 52 gols (média de 2,2 por partida). A defesa foi vazada em 15 oportunidades (média 0,65 por jogo).

Time soube “sofrer”



O Cruzeiro avançou, mas precisou mostrar toda a experiência diante do São Paulo. Os donos da casa foram pressionados durante quase todo o primeiro tempo e uma parte do segundo. Não à toa, Lucas Pratto abriu o marcador ainda na etapa inicial.

O sofrimento durou até o fim do jogo. As estatísticas da partida mostram que o São Paulo teve 57% da posse da bola, finalizou cinco vezes mais que o rival e trocou 419 passes - contra 278 do Cruzeiro.

A derrota, entretanto, teve gosto de vitória para o Cruzeiro.

Tags: interiormg copadobrasil saopaulosp futnacional raposa cruzeiro cruzeiroec