Cruzeiro
1

LUTO

Lendário ponta-direita do Cruzeiro, Nogueirinha morre aos 98 anos

Ex-jogador atuou de 1940 a 1947 pelo clube

postado em 10/01/2019 10:14 / atualizado em 10/01/2019 18:10

Jair Amaral/EM/D.A Press
Morreu na madrugada desta quinta-feira, aos 98 anos de idade, o ex-ponta-direita João Nogueira Júnior, conhecido como Nogueirinha, que jogou pelo Cruzeiro entre 1940 e 1947. Ele faleceu por volta das 00h30 de causas naturais, depois de sofrer problemas renais nos últimos dias. O velório ocorre nesta tarde, no cemitério Parque Renascer, em Contagem, e o enterro será realizado manhã desta sexta-feira, no mesmo local.

Em janeiro de 2017, Nogueirinha concedeu entrevista ao Superesportes sobre sua carreira e lembrou os clássicos contra o Atlético, a amizade com o ícone Niginho (terceiro maior artilheiro do Cruzeiro, com 210 gols) e os tempos de Palestra Itália.

O início de Nogueirinha no futebol foi em 1938. Destaque no time do colégio onde estudava, o então jovem de 18 anos foi convidado a fazer parte da equipe de seminaristas de Elói Mendes, município próximo a Varginha. Seu rendimento chamou a atenção de Osvaldo Pinto Coelho, à época presidente do Palestra Itália (antigo nome do Cruzeiro), que estava na cidade para um amistoso contra o Eloiense. “Fui bem naquele jogo, mas só fui para Belo Horizonte depois de terminar os estudos na minha cidade”, contou Nogueirinha em entrevista publicada há dois anos pelo Superesportes.


Segundo o livro "Páginas heroicas – onde a imagem do Cruzeiro resplandece", de Jorge Santana, o ponta-direita jogou a primeira partida pelo Palestra Itália em 21 de janeiro de 1940, na derrota por 5 a 1 para o Siderúrgica. Dois meses depois, aos 19 anos, ele marcava seus dois primeiros gols, no triunfo por 3 a 0 sobre o Atlético, em amistoso no Estádio de Lourdes. O outro tento foi justamente de Niginho, de quem Noguerinha era bastante amigo.

De 1940 a 1947, Nogueirinha marcou 50 gols em 157 partidas e foi peça importante no tricampeonato mineiro de 1943/1944/1945. “Fazia gol até de calcanhar”, dizia.  O ex-camisa 7 testemunhou a mudança de nome do Palestra Itália para Cruzeiro, em outubro de 1942, em função da rivalidade entre Brasil e Itália na Segunda Guerra Mundial. E marcou dois gols na primeira partida da equipe com a nova denominação, em 14 de fevereiro de 1943, na derrota por 5 a 3 para o São Cristóvão, do Rio de Janeiro.

Nogueirinha não prolongou sua trajetória no futebol. Fluente em inglês e com conhecimento em italiano, o jogador encerrou a carreira aos 27 anos para se dedicar a atividades profissionais na área de contabilidade e como tradutor. Do casamento com Dalila vieram os filhos Roberto, Ronaldo, Regina e Ricardo, nove netos e três bisnetos. Ronaldo ficou conhecido como China e se tornou jogador profissional do Atlético, pelo qual marcou 15 gols em 52 partidas entre 1971 e 1974.

Em dezembro do ano passado, Nogueirinha deu o pontapé inicial do amistoso comemorativo dos 15 anos da Tríplice Coroa do Cruzeiro, no Mineirão.

Ramon Lisboa/EM/D.A Press
 
João Nogueira Júnior (Nogueirinha)

• Nascimento: Três Corações (MG), em 9/7/1920
• Posição: ponta-direita
• Período no clube: 1940 a 1947
• Jogos: 157
• Gols: 50 (oito contra o Atlético)
• Títulos: Campeonato Mineiro de 1940, 1943, 1944 e 1945

Tags: interiormg nogueirinha cruzeiro