Cruzeiro

CRUZEIRO

Parceria com Cruzeiro rende a banco ganho significativo de seguidores em rede social

Cruzeirenses interagem com perfis ligados ao Banco Renner no Twitter

postado em 09/02/2019 06:30 / atualizado em 11/02/2019 21:26

Juarez Rodrigues/EM D.A Press
O Cruzeiro anunciará nos próximos dias contrato de patrocínio máster com o Banco Renner, sediado no Rio Grande do Sul e que agora pretende expandir sua marca em Minas Gerais. Desde 14 de janeiro, quando o Superesportes informou o andamento das negociações, as redes sociais da companhia financeira têm ganhado vários seguidores cruzeirenses.



No Facebook, o Banco Renner conta com pouco mais de 41 mil curtidas. Já a página Soudigimais tem cerca de 15,6 mil. Não existem até o momento contas vinculadas à instituição financeira no Instagram.

Pelo Twitter, o Banco Renner enviou mensagem de agradecimento a um torcedor do Cruzeiro que se tornou cliente do produto Digimais. Outro usuário prometeu abrir uma conta digital no banco após a oficialização do patrocínio ao clube celeste  (veja o print no fim do texto).

Já o perfil Diário Celeste, administrado por torcedores do Cruzeiro, postou no dia 22 de janeiro artes elaboradas pelo designer gráfico Marden Jump com as marcas do Banco Renner e do produto Digimais na camisa branca (caso não consiga visualizar, clique aqui).


Por “motivos de confidencialidade”, o Cruzeiro ainda não confirmou publicamente o nome do novo patrocinador, mas já deu alguns detalhes do contrato. O clube terá um valor fixo anual e ficará com 50% do lucro proporcionado pela abertura de novas contas digitais (o desafio é chegar a 1,2 milhão de adesões). À Rádio Itatiaia, o diretor-geral Sérgio Nonato disse que a quantia poderia superar R$ 86 milhões, a depender da procura pelo produto.

Em seu site oficial, o Digimais esclarece algumas dúvidas sobre como se tornar cliente. A taxa mensal é de R$ 9,90 (R$ 118,80 anuais), que dá direito a saques, extratos, TED’s e transferências entre contas. No cadastro, é preciso apresentar documento oficial com foto e um comprovante de residência atual.

Segundo o site Banco Data, que organiza números disponibilizados pelo Banco Central do Brasil, o Banco Renner tem ativo total de R$ 1,4 bilhão, além de patrimônio líquido de R$ 155 milhões. Até setembro de 2018, 85,6% das receitas da instituição foram proporcionadas por operações de crédito (R$ 196,8 milhões). Os dados do último trimestre do ano passado ainda não estão publicados.

O Banco Renner também oferece serviços financeiros de investimento em renda fixa, compra de ações, crédito consignado e financiamento de veículos. A empresa está dividida entre a família Renner, hoje apenas acionista, e o Grupo Record, responsável pela administração. João Urbaneja, presidente da companhia, é bispo da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) e muito próximo ao empresário Edir Macedo.

De 2016 a 2018, a Caixa Econômica Federal exibiu sua marca na parte frontal da camisa do Cruzeiro. Segundo informação do Blog Olhar Olímpico, do portal UOL, a estatal ainda deve R$ 4 milhões aos cofres celestes. O contrato de patrocínio do ano passado foi fechado em R$ 10 milhões mais bonificações por títulos. A Raposa se sagrou campeã da Copa do Brasil e teve direito a um ganho extra de R$ 800 mil

Reprodução/Twitter

Tags: Banco Renner patrocinador interiormg seriea futnacional cruzeiro digimais