Cruzeiro

CRUZEIRO

Restante do Conselho Fiscal do Cruzeiro renuncia após denúncias de irregularidades

Outros três membros efetivos já haviam deixado o órgão no dia 8 de maio

postado em 28/05/2019 10:39 / atualizado em 31/05/2019 20:53

<i>(Foto: Jair Amaral/EM/D.A Press)</i>
Mais dois integrantes do Conselho Fiscal do Cruzeiro deixaram seus cargos na manhã desta terça-feira. Valter Batista e Daniel Faria, então membros suplentes e que assumiriam como efetivos após as renúncias de Celso Luiz Chimbida, Geraldo Luiz Brinat e Ubirajara Pires Glória, oficializaram a decisão em carta ao presidente do Conselho Deliberativo, Zezé Perrella. A informação, divulgada inicialmente pelo Globoesporte.com, foi confirmada pelo Superesportes.

À reportagem, o vice-presidente do Conselho Deliberativo do Cruzeiro, José Dalai Rocha, deu rápida declaração. “Teremos que remarcar a data da reunião”. Inicialmente, o encontro para eleger novos membros do Conselho Fiscal estava marcado para o próximo dia 4, na Sede Social do Barro Preto, em Belo Horizonte. Procurado, o presidente do conselho, Zezé Perrella, não atendeu aos telefonemas. 

As renúncias de Celso Luiz Chimbida, Geraldo Luiz Brinat e Ubirajara Pires Glória aconteceram em 8 de maio. Eles apresentaram pedido formal de desligamento em função da limitação de dados repassados pela diretoria administrativa do Cruzeiro. Em entrevista ao Fantástico, da TV Globo, nesse domingo, Ubirajara afirmou que o Conselho Fiscal não recebeu “nenhum recibo e nenhum contrato”. Ele ainda afirmou que o balanço do clube aponta para uma questão de “falência”. 

A mesma reportagem exibida pela emissora mostrou outras irregularidades na gestão do Cruzeiro. Em uma delas, o clube cedeu como garantia os 'direitos' do jovem Estevão Willian, com 11 anos na época. A Lei Pelé e o Estatuto da Criança e do Adolescente proíbem negociações envolvendo crianças. O primeiro contrato profissional só pode ser assinado por atletas aos 16 anos.

Para tentar esclarecer pontos da reportagem, o presidente do Cruzeiro, Wagner Pires de Sá, e o vice de futebol, Itair Machado, concederam entrevista coletiva na tarde dessa segunda-feira, na Toca da Raposa II. Eles comentaram sobre a relação comercial com organizadas, pagamentos a conselheiros e a investigação da Polícia Civil, que apura todas as irregularidades mostradas pela TV Globo. 

Leia mais: Veja tudo o que sabemos (e noticiamos) sobre as denúncias contra a diretoria do Cruzeiro