Cruzeiro

CRUZEIRO

Árbitro relata arremesso de pipoca em campo, e Cruzeiro pode ser punido

Rafael Traci descreveu que objeto foi atirado contra atletas celestes

postado em 09/09/2019 09:42 / atualizado em 09/09/2019 10:18

<i>(Foto: Alexadre Guzanshe/EM/D.A Press)</i>
O árbitro Rafael Traci registrou na súmula da partida entre Cruzeiro e Grêmio o arremesso de um objeto no gramado do Independência. Como o responsável não foi identificado, a atitude da torcida pode render punição ao Cruzeiro.

De acordo com o juiz da partida, 'um pacote cheio de pipocas' foi lançado contra os jogadores 'pela torcida do Cruzeiro que se encontrava atrás do banco de suplentes', quando os atletas recebiam instruções do técnico Rogério Ceni.

<i>(Foto: Reprodução)</i>


De acordo com o artigo 213, inciso III, do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), pratica infração o clube que 'deixar de tomar providências capazes de prevenir e reprimir lançamento de objetos no campo ou local da disputa do evento desportivo'. A equipe que descumprir a norma fica sujeita a multa de R$10 mil a R$200 mil e perda do mando de campo de uma a 10 partidas da competição em questão. O código prevê que, caso o responsável pelo lançamento do objeto seja identificado e apresentado à autoridade policial, o clube fica isento de responsabilidade.

Para que o Cruzeiro seja julgado, é necessário que a procuradoria do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) apresente uma denúncia formal a respeito dos episódio.