Cruzeiro

CRUZEIRO

Chapecoense x Cruzeiro: veja desfalques e prováveis escalações para jogo deste domingo

Abel Braga deverá contar com as voltas de três jogadores na partida

postado em 12/10/2019 14:06 / atualizado em 12/10/2019 14:32

<i>(Foto: Juarez Rodrigues/EM/D.A Press)</i>
O técnico Abel Braga encerrou, na manhã deste sábado, a preparação do Cruzeiro para a partida deste domingo, às 19h, em Santa Catarina, contra a Chapecoense. O jogo, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro, é encarado como vital pela Raposa.

Em 18º lugar, com 21 pontos, o time precisa, deseperadamente da vitória, para não se afundar ainda mais na crise que atravessa na competição. A Chape é a lanterna do Brasileirão, com 15 pontos. Se vencer, será o primeiro triunfo do Cruzeiro fora de casa neste Brasileiro. Em 13 jogos longe de seus domínios, o time mineiro não conseguiu sequer uma vitória.

Abel fechou à imprensa a atividade deste sábado. Para esta partida, o comandante terá as voltas de três jogadores no meio-campo celeste. Todos estiveram fora no empate com o Fluminense por 0 a 0, no Mineirão, na última quarta-feira.

O meia Thiago Neves cumpriu suspensão e está liberado para jogar. O volante Éderson, recuperado de desgaste muscular na coxa direita, também tem retorno garantido. O atacante Pedro Rocha, outro que não enfrentou o Tricolor carioca, com dor no tornozelo esquerdo, fez trabalho interno esta semana, e pode ganhar condição de jogo. Ele ainda não esteve em campo com o treinador.

O time terá dois desfalques importantes nesta partida. O lateral-direito Orejuela está com a Seleção Colombiana, e será susbsituído, mais uma vez, por Edilson. Já Robinho está suspenso por ter recebido o terceiro cartão amarelo contra o Flu.

Assim, Abel Braga deve escalar o Cruzeiro com Fábio; Edilson, Dedé, Fabrício Bruno e Egídio; Henrique, Éderson, David e Thiago Neves; Fred e Sassá (Pedro Rocha).

A delegação segue, na tarde deste sábado, para a cidade de Chapecó. Sem vencer há sete rodadas no Brasileiro, com três empates e quatro derrotas, o Cruzeiro tem 72,7% de risco de ser rebaixado, segundo o Departamento de Matemática da UFMG.

Chape


A Chapecoense busca a vitória sobre o time mineiro para seguir com esperança de ainda lutar contra o rebaixamento. Segundo vários matemáticos, a equipe catarinense tem 90% de chances de cai para a Série B.

O técnico Marquinhos Santos, que assumiu em setembro, dirigiu o time em cinco jogos, e ainda não venceu (quatro derrotas e um empate), assim como Abel, que também busca o primeiro triunfo no time mineiro.

O comandante não poderá contar com o volante Márcio Araújo, ex-Atlético, e com o atacante Everaldo, ambos suspensos por terem recebido o terceiro cartão amarelo na derrota para o Fortaleza (2 a 0). No lugar do primeiro, Bryan deve assumir a vaga. Já no setor ofensivo, a tendência é a entrada de Henrique Almeida, que está recuperado de uma lesão na coxa e deve voltar.
<i>(Foto: Márcio Cunha/Chapecoense)</i>

Renato Kayzer, que pertence ao Cruzeiro, não deve ser escalado, pois depende da liberação do time mineiro. No meio, Marquinhos Santos pode escalar Vini Locatelli, revelado na base e muito elogiado pelo comandante. Ele entraria na vaga de Gustavo Campanharo.

Marquinhos Santos deve mandar a campo a Chapecoense com João Ricardo; Bryan, Douglas, Rafael Pereira e Roberto; Elicarlos, Bruno Pacheco, Camilo e Vini Locatelli; Régis e Henrique Almeida (Arthur Gomes).