Cruzeiro

CRUZEIRO

Médico do Cruzeiro explica quadros clínicos de Rodriguinho, Leo, Pedro Rocha e Joel

Sérgio Campolina analisou a situação de cada atleta

postado em 23/10/2019 12:20 / atualizado em 23/10/2019 16:38

Chefe do departamento médico do Cruzeiro, Sérgio Campolina atualizou, nesta quarta-feira, os quadros clínicos do zagueiro Leo, do armador Rodriguinho e dos atacantes Joel e Pedro Rocha.

Rodriguinho

<i>(Foto: Juarez Rodrigues/EM D.A Press)</i>

O meia passou por uma cirurgia na região lombar em julho e vinha se recuperando bem. Entretanto, no retorno aos treinos, apresentou dores e foi novamente operado em outubro. Segundo Sérgio Campolina, o meia se recupera bem.

Rodriguinho foi submetido a uma nova intervenção cirúrgica no nível da coluna. Foi uma nova lesão, procedimento ocorreu muito bem, está sem medicamento, está em casa, começando a fisioterapia. Processo está com evolução muito interessante”, disse o médico.

Leo

<i>(Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro)</i>

O zagueiro sofreu uma fratura na clavícula em setembro. Leo foi liberado pelo departamento médico e já está em atividade com o restante do grupo.

“Leo teve uma fratura na clavícula no jogo contra o Palmeiras. Fez exame esta semana e está consolidada a fratura dele. Então, é por isso que vocês estão vendo ele mais próximo ao grupo. Já foi liberado (do departamento médico), agora é questão de confiança mesmo. Já vai começar a trabalhar com contato, que não vinha sendo feito. Então, ele já está à disposição do Abel”, frisou.

Sem Dedé, que passará por cirurgia no joelho direito, o Cruzeiro tem apenas três jovens zagueiros à disposição de Abel Braga: Fabrício Bruno (23 anos), Cacá (20 anos) e Edu (19 anos).

Pedro Rocha

<i>(Foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A. Press)</i>

O atacante se recupera de dores no tornozelo esquerdo. Pedro Rocha voltou ao time na partida contra a Chapecoense, no dia 13 de outubro, mas depois piorou o quadro clínico. A expectativa é que ele retorne em pouco tempo.

Pedro Rocha teve um trauma no nível do tornozelo. Foi feito exame e não teve detectada lesão importante. Ele chegou a voltar a ser integrado ao grupo, mas sentiu dor. Esta semana foi mais conservadora, e ele respondeu muito bem. A programação é que ele fique à disposição do Abel. Hoje, vai fazer um trabalho em separado, mas já deve começar a ficar à disposição do Abel”, destacou Campolina.

Joel

<i>(Foto: Juarez Rodrigues/EM D.A Press)</i>

O atacante não disputou a Copa Africana de Nações em decorrência de um problema cardíaco - anomalia na artéria coronária. Joel foi cortado da convocação em 24 de junho, véspera da estreia de Camarões, contra Guiné-Bissau. A reintegração de Joel ao elenco do Cruzeiro ocorreu em 27 de setembro, após série de exames em São Paulo. Ele entrou na vitória do clube celeste sobre o Corinthians, por 2 a 1, em São Paulo, no último sábado.

“A questão do Joel vocês devem ter acompanhado na época da Copa do África. A Seleção de Camarões tem um protocolo diferente de todos os times e seleções. Por questões de segurança da confederação, os atletas têm que fazer um exame a mais do que é feito na rotina. E, neste exame, foi observado uma alteração nas artérias do coração. Um posicionamento anômalo da artéria. Como a Seleção teve um caso recente de óbito, ele foi cortado. O Joel, ao ser integrado ao grupo, nós tivemos o cuidado de fazer avaliações nos dois maiores centros de cardiologia esportiva do Brasil: hospital Albert Einstein e Instituto Denis Pavanelli, com o doutor Nabil. Com o laudo deles, que são referências na área, nós integramos Joel ao grupo. Para a gente, foi uma vitória maior do que uma cirurgia, por causa da situação que foi colocada para o Joel de aposentadoria. Nós ficamos muito felizes de dar essa notícia a ele e trazê-lo de volta ao grupo. Então, o fato de ele estar sendo relacionado e entrar durante os jogos é uma grande vitória para o Joel e para todos nós envolvidos neste processo”, comemorou Campolina.

Tags: Sérgio Campolina Pedro Rocha dm médico joel rodriguinho cruzeiroec leo