Cruzeiro

CRUZEIRO

Cruzeiro isola imprensa e blinda jogadores de entrevistas após rebaixamento

Apenas jovens Weverton, Fabrício Bruno e Orejuela falaram com jornalistas

postado em 08/12/2019 20:42

(Foto: Túlio Kaizer/EM/D. A. Press)
Depois da confirmação do rebaixamento para a Série B do Campeonato Brasileiro com a derrota para o Palmeiras por 2 a 0, no Mineirão, o Cruzeiro resolveu blindar os principais jogadores da equipe. Com um ‘cordão humano de isolamento’, a equipe de segurança do clube evitou a aproximação da imprensa ao local onde a grande maioria dos atletas saiu para deixar o Gigante da Pampulha.

Quem saiu pelos fundos não teve qualquer tipo de contato com os jornalistas. Uma van esperava os jogadores para levá-los em segurança. Os atletas que passaram pela saída principal tiveram que encarar os jornalistas. 

Os mais experientes, como Fred, Sassá, Marquinhos Gabriel, Dodô e Pedro Rocha passaram em silêncio. Sobrou para os garotos falarem com os jornalistas. Os entrevistados foram o lateral-direito Weverton, que entrou no segundo tempo no lugar de Orejuela, Fabrício Bruno, que não participou da partida, e o próprio Orejuela

“Isso vai de cada um. Cada um tem a sua convicção daquilo que tem que ser feito. Me considero um dos culpados do rebaixamento. Nunca vou omitir, não vou correr do meu erro. Isso vai de cada um, uns sentem mais, uns ficam calados. É assim. Só peço que a gente agora volte o clube para o lugar que ele nunca deveria ter saído. Do mesmo jeito que eu estou sofrendo, sou um torcedor, tinham 30, 40 mil aqui sofrendo igual”, disse o zagueiro Fabrício Bruno.

Tags: serieb cruzeiroec interiormg futnacional seriea