Cruzeiro

CRUZEIRO

Cruzeiro celebra 99 anos de fundação em missa lotada de torcedores e com pedido de desculpas de presidente interino

Igreja São Sebastião, no Barro Preto, recebe celebração ao aniversário do clube

postado em 02/01/2020 20:47 / atualizado em 02/01/2020 20:59

(Foto: Túlio Santos/EM/D.A Press)
O Cruzeiro completou 99 anos nesta quinta-feira e comemorou o aniversário com a já tradicional missa de ação de graças. Desta vez, no entanto, ela não foi realizada dentro do clube, mas na Igreja São Sebastião, no Barro Preto. Cerca de 500 torcedores e conselheiros celestes compareceram ao local para prestigiar a celebração conduzida pelo padre Domingos e com participação da Associação Pró-Música.

Marcaram presença quase todos os membros do Conselho de Notáveis - Saulo Froes, Jarbas Matias dos Reis, Emílio Brandi, Walter Cardinali e Anisio Ciscotto - e o presidente interino do Cruzeiro, José Dalai Rocha

Durante a missa, Dalai teve a palavra e deu um tom otimista. Agradeceu o apoio, se desculpou pelo rebaixamento e foi muito festejado pelos torcedores. “Ao torcedor que pega aquela Antônio Carlos lotada para seguir para o Mineirão, eu devo um pedido de desculpas em nome do Cruzeiro. Estamos fazendo o possível e impossível para mostrar para essa gente que vamos levantar ainda maiores”, disse. 

“Uma conjunção de fatores me colocaram nesse lugar. Um reserva que entra os 48 minutos do segundo tempo. Eu sou essa pessoa. Tenho um conselho gestor que dirige o Cruzeiro e que honraria qualquer equipe do mundo, que dedica seu tempo para restaurar o clube. Uma coisa muito importante está acontecendo no Cruzeiro. Um time que caiu de divisão de forma desastrosa, encontrou essa igreja calorosa. Minha caminhada até aqui foi de apoio”, complementou. 

Apesar da presença de quase todos os dirigentes, o homem responsável pelo futebol, Pedro Lourenço, não esteve na Igreja São Sebastião. Ele está em viagem com a família. Desta forma, nenhum jogador foi anunciado nesta quinta-feira como “presente de aniversário”. A expectativa é que um novo diretor de futebol seja oficializado na próxima semana. Alexandre Mattos é o preferido.

A expectativa maior no Cruzeiro é pela saída dos atletas que participaram da campanha do rebaixamento do clube à Série B do Campeonato Brasileiro. A partir do próximo dia 6, quando o elenco se reapresenta, o Cruzeiro espera negociar rescisões contratuais amigáveis com vários ‘medalhões’. Para 2020, a direção celeste pretende ter um teto salarial de R$ 150 mil/mês.

Tags: cruzeiro missa serieb interiormg 99 anos