Cruzeiro

CRUZEIRO

Adilson adere ao programa de sócio do Cruzeiro e convoca o torcedor: 'É o momento de ajudar'

"Eu faço parte da reconstrução do Cruzeiro. 'Bora' reconstruir?", convidou o treinador

postado em 17/01/2020 14:54 / atualizado em 17/01/2020 15:11

(Foto: Cruzeiro / Divulgação)

Adilson Batista foi jogador do Cruzeiro nos anos 1990 e, hoje, é treinador do clube. O sentimento de gratidão e a vontade de auxiliar no processo de reestruturação da equipe estrelada motivam o curitibano, de 51 anos, a comandar o projeto de retorno à Série A do Campeonato Brasileiro.  

Nesta sexta-feira, Adilson comprovou essa identificação com o clube e se associou ao novo programa de sócio do Cruzeiro, chamado de "reconstrução" – quando da sua primeira passagem na Toca da Raposa II (2008-2010), o treinador também mantinha um carnê de associado.

Adilson Batista convocou a torcida para ajudar o clube. "Eu faço parte da reconstrução do Cruzeiro. 'Bora' reconstruir? Eu e toda família. Vamos lá, galera!", disse. "Fiz cinco para toda a família", acrescentou.

Adilson disse que é o momento de o torcedor apoiar e contribuir com o Cruzeiro, que vive o momento mais delicado da história. A Raposa tem uma dívida avaliada em R$ 800 milhões e vai disputar a Série B nesta temporada.

"Pelo carinho que a gente tem, pelo respeito que a gente tem pela instituição, eu faço esse pedido ao torcedor, é o momento dele ajudar, apoiar, contribuir, incentivar, cobrar porque ele tem que cobrar que essas apurações sejam mais rápidas e que os responsáveis sejam punidos. Esse é o Brasil que a gente quer né?", disse Adilson, em entrevista à Rádio 98FM.

"Eu deixo a mensagem para o torcedor que ele acredite nesse pessoal que está gerindo, que está comandando o futebol e todo o processo do clube, que ele acredite na campanha, que ele ajude, que ele incentive e apoie porque acima de tudo é orgulho que ele sente em ser cruzeirense. Então, eu peço de coração para todos nós que gostamos, amamos e respeitamos esse clube, a gente precisa aderir e participar desse processo de reconstrução. Vai ser uma caminhada bonita e que todos no final serão presenteados com o objetivo alcançado", acrescentou.