Cruzeiro

CRUZEIRO

Cruzeiro diz que proposta do Athletico-PR por Cacá é 'ridícula'; zagueiro não quer se transferir para outro clube brasileiro

Conselho Gestor recusou oferta de 2 milhões de euros pelo defensor

postado em 30/01/2020 20:47 / atualizado em 30/01/2020 22:49

(Foto: Alexandre Guzanshe/EM D.A Press)
O Conselho Gestor do Cruzeiro recusou nesta quinta-feira uma oferta do Athletico-PR pelo zagueiro Cacá. Presidente do Núcleo Dirigente Transitório, Saulo Fróes considerou ‘ridícula’ a proposta do clube paranaense.



“Nós nem olhamos. A proposta é praticamente estúpida, ridícula. Nós nem olhamos a proposta, nem quisemos conversar sobre isso”, afirmou, durante o evento de premiação do Troféu Guará, organizado pela Rádio Itatiaia.

Segundo apurou o Superesportes, o Athletico-PR ofereceu 2 milhões de euros (R$ 9,36 milhões) por 100% dos direitos econômicos de Cacá. O Cruzeiro teria participação em 60% - R$ 5,61 milhões. O restante seria dividido entre Ubaense (30%) e o próprio jogador (10%).

A oferta do Athletico foi piorada em relação às condições apresentadas em 8 de janeiro. Na ocasião, o Furacão estava disposto a pagar os mesmos 2 milhões de euros, mas por 50% dos direitos do jovem de 20 anos.

De acordo com informações obtidas pela reportagem, Cacá não tem intenção de se transferir para outro clube brasileiro - a menos que a oferta salarial seja irrecusável.

Após descartar o negócio com o Athletico-PR, a diretoria do Cruzeiro segue à espera de uma investida de um clube da Europa por Cacá. Se essa proposta for oficializada até o fim da janela de transferências, a transação deverá caminhar em função das altas cifras envolvidas.

“Nós já temos em mente. É bem maior do que a do Athletico-PR. Foi ventilada uma proposta da Europa. Se ela chegar, existe a possibilidade de ser vendido sim. Mas prefiro não falar o clube, por questão de confidencialidade. Depois que for vendido, a gente fala”, declarou Saulo Fróes.

Cacá foi titular nos dois primeiros jogos do Cruzeiro em 2020 - vitórias sobre Boa (2 a 0), e Villa Nova (1 a 0). No geral, disputou 24 partidas e marcou um gol. Ele ganhou notoriedade como zagueiro de velocidade e forte impulsão, sendo um dos poucos destaques do elenco rebaixado à Série B em 2019. Seu contrato com a Raposa vai até dezembro de 2022.

Tags: Cruzeiro proposta serieb interiormg futnacional atleticopr mercadobola Athletico