Cruzeiro

CRUZEIRO

Patrocinador do Cruzeiro faz contato para tentar repatriar atacante Marcelo Moreno

Jogador boliviano defende o Shijiazhuang Ever Bright, da China

(Foto: Rodrigo Clemente/EM/D.A Press)
Marcelo Moreno pode ser o camisa 9 do Cruzeiro na temporada 2020. Ao menos esse é o desejo do ex-vice-presidente de futebol Pedro Lourenço, dono do Supermercados BH, patrocinador máster do clube. O Superesportes apurou que o empresário mantém contato com o jogador de 32 anos e está disposto a ajudar em sua contratação.

Moreno defende o Shijiazhuang Ever Bright, da China. De acordo com informações colhidas pela reportagem, ele está receoso com a epidemia de coronavírus que causou centenas de mortes no país asiático. Por isso, mostrou-se propenso a tentar a liberação de seu clube, ainda que por empréstimo.

A operação para contratar Marcelo Moreno não seria fácil, principalmente pelas cifras vultosas de seu contrato - R$ 1,7 milhão por mês. Como não pretende gastar além de suas possibilidades em 2020, o Cruzeiro teria de contar com o auxílio do Supermercados BH para bancar os salários do boliviano, além de participação dos chineses.

Moreno trabalhou com o técnico Adilson Batista em 2008. No primeiro semestre daquele ano, disputou 19 jogos e marcou 15 gols, sendo vendido em maio ao Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, por 9 milhões de euros (R$ 23,5 milhões). O Cruzeiro ficou com 40% do valor da negociação - por volta de R$ 9,4 milhões.

Em 2014, Marcelo Moreno voltou a jogar pelo Cruzeiro, dessa vez emprestado pelo Grêmio, que havia adquirido 70% de seus direitos ao Shakhtar, por 6 milhões de euros, em dezembro de 2011. Na segunda passagem pela Toca da Raposa II, o boliviano registrou bons números - 24 gols em 57 partidas - e conquistou o Campeonato Mineiro e o Campeonato Brasileiro.

Por mais de três anos, Marcelo Moreno foi o maior artilheiro estrangeiro da história do Cruzeiro, com 45 gols em 93 jogos. Somente em 2018 é que foi superado pelo uruguaio Arrascaeta - 50 gols em 188 partidas.

Desde 2015, Marcelo atua no futebol chinês. Ele vestiu as camisas de Changchun Yatai (22 gols em 53 jogos), Wuhan Zall (25 gols em 34 jogos) e Shijiazhuang Evert Bright (oito gols em 13 jogos). Em 2019, seu clube conseguiu subir da segunda para a primeira divisão - vice-campeão, com 56 pontos em 30 jogos.

Carinho pelo Cruzeiro


Marcelo Moreno nunca escondeu o carinho pelo Cruzeiro. Em agosto de 2019, ele esteve em Belo Horizonte, onde frequentou o Mineirão para assistir aos jogos do time e concedeu entrevistas a emissoras de rádio e televisão - Itatiaia, 98 e TV Globo. Nessas oportunidades, ressaltou que estaria disposto a fazer um contrato dentro da realidade do futebol brasileiro para regressar ao clube pelo qual viveu a melhor fase da carreira.

Em dezembro, Moreno curtiu uma publicação do Cruzeiro no Instagram que noticiava o afastamento do meia Thiago Neves. Na ocasião, o gestor de futebol Zezé Perrella considerou falta de profissionalismo o camisa 10 comparecer a um show de pagode enquanto a equipe estava perto de ser rebaixada à Série B.

Em sua conta no Instagram, Marcelo Moreno ainda postou um vídeo enigmático nos stories no qual fez a seguinte afirmação: “Rapaziada, têm coisas que acontecem, querendo. Né? No futebol, principalmente, tem muita gente que é cara de pau pra caralho, né velho?”.

Auxílio de mecenas


Caso o Cruzeiro avance na negociação com Marcelo Moreno, será mais um episódio em que Pedro Lourenço age como mecenas do clube. No fim de 2019, ele realizou aporte de mais de R$ 6 milhões para comprar 50% dos direitos econômicos do lateral-direito Orejuela, além de garantir o pagamento de salários atrasados a jogadores revelados na base.

Gols de Marcelo Moreno na carreira

Vitória - 18
Cruzeiro - 45
Shakhtar Donetsk - 11
Werder Bremen - 3
Grêmio - 25
Flamengo - 4
Changchun Yatai - 22
Wuhan Zall - 25
Shijiazhuang Evert Bright - 8
Seleção da Bolívia - 18

Tags: cruzeiroec interiormg