Cruzeiro

CRUZEIRO

De volta ao Cruzeiro, Moreno participou dos acessos de seus últimos clubes na China

Atacante subiu à Superliga Chinesa com Wuhan Zall e Shijiazhuang Ever Bright

postado em 18/02/2020 06:00 / atualizado em 18/02/2020 02:28

(Foto: Shijiazhuang Ever Bright/Divulgação)
De volta ao Cruzeiro, o atacante Marcelo Moreno será um dos candidatos a protagonista na temporada de reconstrução. Se depender da experiência dele no futebol chinês, os torcedores celestes podem ficar animados. Nos dois últimos anos, o jogador participou dos acessos de seus ex-clubes.

Em 2018, Moreno fez dois gols e deu uma assistência em cinco jogos na segunda divisão chinesa pelo Wuhan Zall, que se sagrou campeão ao alcançar 63 pontos em 30 rodadas - 18 vitórias, nove empates e três derrotas.

Em 2019, os números do atleta no Shijiazhuang Ever Bright foram melhores: sete gols em 12 partidas na competição (também anotou um tento em um jogo na Copa da China). A equipe ficou em segundo lugar, com 56 pontos - 18 vitórias, dois empates e dez derrotas.

O ano de maior destaque de Moreno no país asiático foi 2017, quando terminou a segunda divisão como artilheiro, com 23 gols em 29 jogos, além de oito assistências. O Wuhan Zall obteve a quinta posição, com 47 pontos (subiram apenas os dois primeiros - Dalian Yifang e Beijing Renhe).

Em 2015 e 2016, Marcelo vestiu a camisa do Changchun Yatai na elite da China. No primeiro ano, marcou nove gols em 24 jogos. No segundo, balançou a rede 13 vezes em 29 apresentações.

Somando as passagens por Changchun Yatai, Wuhan Zall e Shijiazhuang Ever Bright, o centroavante disputou 100 jogos e marcou 55 gols (média de 0,55). No futebol brasileiro, o índice corresponderia a 22 gols a cada 40 vezes em campo.

Cruzeiro


Moreno não deve demorar a ficar à disposição do técnico Adilson Batista no Cruzeiro, já que participou de trabalhos de pré-temporada do Ever Bright em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos - a Superliga Chinesa foi adiada para março por causa de epidemia da doença respiratória causada pelo coronavírus.

Assim como a Raposa, o novo camisa 9 terá a primeira experiência na Série B do Brasileiro. Vale lembrar que ele disputou a Série C em 2006, quando marcou 12 gols em 30 jogos e ajudou o Vitória a ser vice-campeão.

Vinculado até dezembro de 2022, Marcelo Moreno, de 32 anos, disporá de tempo para retomar a condição de maior artilheiro estrangeiro do Cruzeiro. Com 45 gols em 93 jogos, o boliviano fica abaixo do uruguaio Arrascaeta, que marcou 50 vezes em 188 partidas.

Em 2020, o único centroavante a balançar a rede pelo Cruzeiro foi o jovem Thiago, de 18 anos. Ele abriu o placar para a vitória por 2 a 0 sobre o Boa, na primeira rodada do estadual. Pouco depois, sofreu lesão na coxa esquerda. Já o experiente Roberson, de 31, passou em branco em quatro jogos.

Tags: atacante Cruzeiro reconstrução serieb China interiormg futnacional centroavante Marcelo Moreno Campeonato Chinês