Cruzeiro

CRUZEIRO

Arthur ganha chance no Cruzeiro e tenta se firmar após passagens discretas por Portugal

Zagueiro de 20 anos defendeu Nacional da Madeira e Estoril, ambos de Portugal

postado em 28/02/2020 08:00

(Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro)

Os lances de desatenção do sistema defensivo do Cruzeiro neste início de temporada preocupam o técnico Adilson Batista. A gota d’água veio na derrota para o Tombense por 2 a 0, em jogo atrasado da segunda rodada do Campeonato Mineiro, no último dia 20 de fevereiro. Os zagueiros Cacá e Leo falharam na bola aérea e permitiram que o adversário marcasse os gols com o atacante Rubens e o meia Cássio Ortega.

Em razão dos descuidos, Adilson fará uma alteração no setor contra o Uberlândia, às 16h de domingo, no Mineirão, pela sétima rodada do estadual. Como não abrirá mão da experiência de Leo, capitão do time e referência no elenco ao lado do goleiro Fábio, o treinador substituirá Cacá, que recentemente recebeu proposta do Athletico-PR e sondagem do CSKA da Rússia. Quem tentará aproveitar a chance é Arthur.

Cria das categorias de base do Cruzeiro, Arthur, de 20 anos, subiu para o time principal em 2017, sob o comando de Mano Menezes. Ele disputou quatro partidas naquela temporada - três como titular - e não comprometeu. Com o retorno de Dedé aos gramados em 2018, o jovem defensor se tornou última opção no grupo e acabou emprestado ao Nacional de Portugal.

Inicialmente, Arthur ficaria na Ilha da Madeira por três anos, até junho de 2021. Ele estreou como titular na vitória sobre o Boavista, por 2 a 1, pela segunda fase da Taça da Liga, em 29 de julho de 2018. Também esteve entre os onze iniciais nas duas primeiras rodadas do Campeonato Português - derrotas para Braga, por 4 a 2, e Moreirense, 2 a 1. A última partida do ex-camisa 3 foi com revés por goleada diante do Braga, na Taça da Liga, em 30 de outubro: 5 a 0. No dia 23 de novembro, o Nacional devolveu o atleta à Raposa.

Em janeiro de 2019, Arthur seguiu para o Tombense, pelo qual disputou três jogos no Campeonato Mineiro e dois na Série C. O empréstimo previa cláusula de rescisão no meio da temporada, como ocorreu em julho, quando o defensor recebeu proposta do Estoril. A segunda estada em Portugal também foi discreta, a ponto de o jogador passar a maior parte do tempo treinando com o time sub-23.

Na temporada 2020, Arthur regressou ao Cruzeiro, com o qual tem contrato até meados de 2023. Sua participação mais importante foi nos minutos finais do empate por 2 a 2 com o São Raimundo-RR, dia 13 de fevereiro, pela primeira fase da Copa do Brasil. Ele entrou aos 27 do segundo tempo e ajudou a defesa a afastar as várias bolas lançadas pelo adversário, que pressionava em busca do terceiro gol no Estádio Canarinho, em Boa Vista.

Durante a pré-temporada, Arthur se dedicou ao treinamento de cobranças de falta. Ele chegou a bater no jogo-treino contra o Guarani de Divinópolis, vencido pelo Cruzeiro por 1 a 0, na Toca da Raposa II. No entanto, a finalização carimbou a barreira. Na sua principal atribuição, que é resguardar o goleiro Fábio, o zagueiro de 1,88m se notabiliza pela imposição física e por não titubear ao dar chutões quando necessário.

Tags: Cruzeiro serieb interiormg futnacional Arthur