Cruzeiro

CRUZEIRO

Se CBF confirmar liberação, Cruzeiro voltará aos treinos em 1º de maio, garante dirigente

Presidente do Núcleo Dirigente Transitório revelou intenção do clube celeste

postado em 28/04/2020 19:44

(Foto: Leandro Couri/EM/D.A. Press)

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) sinalizou que autorizará os clubes a retornarem aos trabalhos a partir de 1º de maio, quando encerram as férias coletivas das principais equipes do país. Desta forma, o Cruzeiro já definiu que, caso exista confirmação da liberação, os treinos do elenco profissional serão retomados a partir da próxima sexta-feira, na Toca da Raposa II.

Presidente do Núcleo Dirigente Transitório, Saulo Fróes confirmou a informação ao Superesportes. O Cruzeiro espera oficializar, já nesta quarta-feira, o retorno das atividades para 1º de maio. 

Nos próximos dias, a CBF também deverá divulgar um protocolo para reinício dos campeonatos em meio à pandemia de coronavírus. Inicialmente, os clubes receberam a informação de que os Estaduais voltarão a ser disputados a partir de 17 de maio, com portões fechados. Isso só acontecerá, no entanto, caso não existam proibições de autoridades locais.

O departamento médico do Cruzeiro produziu um documento com protocolos a serem seguidos. Estão previstos questionários aos atletas, medição de temperatura no portão do CT, treinos com distância mínima entre os jogadores, além de outros pontos. O documento foi redigido pelos ortopedistas e cardiologista do clube e seguem padrões de equipes da Europa.

Em 1º de maio, portanto, o técnico Enderson Moreira, contratado em meados de março, terá a primeira oportunidade de encontrar seus comandados. Ele substitui Adilson Batista, que teve desempenho ruim no primeiro trimestre de 2020 - 12 jogos, quatro vitórias, quatro empates e quatro derrotas. Caberá ao novo treinador a missão de conduzir a Raposa na disputa da Série B do Campeonato Brasileiro

Campeonato Mineiro

Líder isolado do Campeonato Mineiro, com 21 pontos, o América é o único time já classificado para a próxima fase da competição. Tombense, 20, Atlético, 18, e Caldense, 17, completam o G4 do estadual. O Cruzeiro é o quinto colocado, com 14. Em meio à pandemia, alguns clubes do interior não conseguiram suportar as dificuldades financeiras e encerraram contratos de atletas antecipadamente, casos de Villa Nova, Patrocinense, URT e Caldense. 

Tags: Cruzeiro serieb interiormg futnacional