Cruzeiro

CRUZEIRO

Superintendente e advogados do Cruzeiro se reúnem com delegado que investiga ex-dirigentes do clube

Segundo Léo Portela, os torcedores podem esperar um resultado justo das investigações

postado em 22/06/2020 14:13 / atualizado em 22/06/2020 14:30

(Foto: Sarah Torres/ALMG)
Nesta segunda-feira, o superintendente de relações institucionais e governamentais do Cruzeiro, Léo Portela, e advogados do clube se reuniram com o delegado do departamento de investigações e fraudes que comanda o caso envolvendo ex-dirigentes da Raposa.

Segundo Léo Portela, os torcedores podem esperar um resultado justo das investigações.

"Estive pessoalmente na Delegacia de Investigação de Fraudes, com advogados do Cruzeiro, e me reuni com o delegado do inquérito que investiga Wagner Pires, Itair Machado e cia. A torcida pode confiar no trabalho que está sendo feito pela PCMG. Haverá resultado justo", disse.

Ex-dirigentes do Cruzeiro - entre eles o ex-presidente Wagner Pires de Sá, o ex-vice de futebol Itair Machado e o ex-diretor-geral Sérgio Nonato - são investigados por suposta participação em cinco crimes:  falsificação de documentos, falsidade ideológica, apropriação indébita, organização criminosa e lavagem de dinheiro.

De acordo com o Ministério Público e a Polícia Civil, "o marco das investigações é a gestão iniciada em outubro de 2017". Logo, a administração do ex-presidente Wagner Pires de Sá está sendo objeto de análise.

Em maio, o Cruzeiro entregou um relatório com mais de 600 páginas ao Ministério Público. Trata-se de todo o trabalho desenvolvido pela Kroll, especializada em gestão de risco, investigações corporativas, compliance e cibersegurança. A empresa citou uma série de irregularidades.

No último ano da gestão de Wagner Pires de Sá, o Cruzeiro apresentou um déficit recorde de R$ 394.100.974 em 12 meses, conforme levantamento realizado pela Moore Stephens Consulting News Auditores Independentes. Segundo os auditores, há 'incerteza significativa' quanto à 'capacidade de continuidade operacional do clube' celeste. 

Tags: futebol wagner itair crimes delegado cruzeiroec