Cruzeiro

CRUZEIRO

Após acidente, volante Henrique, do Cruzeiro, recebe alta hospitalar

Jogador foi liberado para terminar recuperação em casa

postado em 29/06/2020 09:36 / atualizado em 29/06/2020 12:14

(Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro)
Após sofrer acidente de carro na última sexta-feira (26), o volante Henrique, do Cruzeiro, recebeu alta hospitalar na manhã desta segunda-feira e seguirá sua recuperação em casa. O superintendente médico do clube, Daniel Baumfeld, destacou que o atleta deve estar em breve apto para voltar a treinar.



Em comunicado, o Cruzeiro agradeceu as “orações e mensagens de apoio” ao camisa 8 e também a “compreensão dos profissionais de imprensa diante da importância do ocorrido”.

O carro que Henrique dirigia, um modelo da Land Rover, caiu de uma altura de 200 metros em área próxima ao Mirante do Jatobá, no Parque Estadual do Rola Moça, na zona rural de Brumadinho. O acidente aconteceu por volta das 17h30.

Ao todo, 16 bombeiros participaram da operação, que durou cerca de cinco horas. Também havia militares e brigadistas do Parque Estadual do Rola Moça dando assistência. A operação para salvar o jogador contou com descida de rapel.


Em entrevista ao Superesportes, Tiago Costa, capitão do Corpo de Bombeiros, disse que Henrique deu muita sorte ao escapar praticamente ileso do acidente.

“Foi uma operação de nível alto de dificuldade, sem dúvida. Chama atenção (Henrique ter saído com poucos ferimentos), porque a possibilidade de sair vivo e com poucas lesões de um acidente deste é realmente algo inesperado, é pequena”.

De acordo com o militar,  o nível de segurança do veículo evitou uma tragédia ainda maior. “A segurança do carro foi um fator relevante para ele não ter morrido”.

No sábado, o fotógrafo Alexandre Guzanshe, do Estado de Minas, registrou imagens do local do acidente de Henrique e observou dois carros no penhasco do Mirante do Jatobá. Os automóveis estão bastante destruídos, sendo difícil fazer a identificação.

Por meio de nota, a Polícia Civil informou que abriu procedimento para investigar as causas do acidente. Detalhes sobre o caso serão divulgados em momento oportuno.


Retorno ao Cruzeiro


Henrique, de 35 anos, foi emprestado até o fim da temporada ao Fluminense, mas pediu desligamento na última quarta-feira, 24, alegando “questões de ordem pessoal”. Assim, regressou ao Cruzeiro, clube com o qual tem contrato até dezembro de 2021.

Capitão celeste de 2016 a 2019, Henrique é o oitavo atleta que mais vestiu a camisa do clube, com 516 partidas. Ele marcou 27 gols e ganhou dez títulos: seis estaduais (2008, 2009, 2011, 2014, 2018 e 2019), duas Copas do Brasil (2017 e 2018) e dois Campeonatos Brasileiros (2013 e 2014). 

Em 2019, o meio-campista vivenciou a maior frustração pela Raposa: o rebaixamento à Série B do Campeonato Brasileiro. Uma das cenas mais marcantes foi o choro de Henrique após a derrota por 4 a 1 para o Grêmio, em 17 de setembro, no Independência.

“Depois que você sofre uma derrota de 4 a 1, dentro da sua casa, com o nosso mando de campo. Foi um desabafo de revolta, frustração, indignação. Foi um momento meu, não pensei em ninguém, foi meu sentimento de indignação, de revolta mesmo”, explicou o volante na ocasião.

O técnico Enderson Moreira comemorou o retorno de Henrique ao clube. “Um grande jogador, um jogador vencedor, um grande líder, jogador acostumado com grandes decisões, aos desafios. Tenho certeza que ele vai ser fundamental nesse processo nosso de reconstrução, da construção de um Cruzeiro novo”.

Tags: acidente carro Cruzeiro alta serieb Henrique interiormg futnacional