Cruzeiro

CRUZEIRO

Torcida do Cruzeiro detona publicação do clube parabenizando Dedé

Cruzeirenses fizeram vários comentários críticos ao zagueiro

postado em 01/07/2020 11:40 / atualizado em 01/07/2020 14:32

(Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro)
Ainda vinculado ao Cruzeiro, Dedé completa nesta quarta-feira 32 anos. Como é de costume com todos os jogadores aniversariantes, o clube enviou mensagem de felicitações ao zagueiro no Twitter.

“Bom dia, Nação Azul! Hoje é aniversário do nosso zagueiro, Dedé! Desejamos ao atleta muitas felicidades, saúde, sucesso e conquistas com a nossa camisa! PARABÉNS!”.

A repercussão da postagem foi negativa. Alguns seguidores pediram a exclusão da publicação, enquanto outros, em tom irônico, escreveram. “Que Deus te guarde e esqueça onde”.

Muitos cruzeirenses também fizeram alusão ao fato de Dedé ter passado boa parte de seu período na Toca da Raposa no departamento médico, em tratamento de lesões nos dois joelhos.


A bronca com o defensor se dá pelo episódio em que o elenco entrou em atrito com o técnico Rogério Ceni, depois do empate por 0 a 0 com o Ceará, em 25 de setembro de 2019, no Castelão, em Fortaleza, pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Dois dias depois, com Ceni já demitido, Dedé deu sua versão sobre o ocorrido. Segundo ele, o técnico virou as costas e deixou o vestiário do Castelão quando o zagueiro cobrava mais profissionalismo do meia Thiago Neves.

“Acho que ele poderia me dar uma resposta falando: ‘poxa, Dedé, te entendo. Dedé, não vou fazer isso, quero de outra forma’. Eu respeitaria a opinião dele, mas nem essa resposta tivemos. Foi um momento em que nosso grupo sentiu. A minha intenção, da mesma forma que estou falando para vocês, falei no vestiário”, disse Dedé.

Após a saída de Rogério, Abel Braga e Adilson Batista não conseguiram recuperar o  Cruzeiro, que caiu pela primeira vez à Série B ao terminar o Brasileiro em 17º lugar, com 36 pontos.

Dedé diz que jogaria a Série B


Diferentemente de vários colegas de elenco, que acionaram o clube na Justiça por falta de pagamento de salários e obtiveram rescisões unilaterais, Dedé segue ligado ao Cruzeiro. Em tratamento de cirurgia no joelho direito, realizada em 8 de março, o jogador tem previsão para voltar aos gramados em setembro.

Em entrevista ao SporTV, no fim de abril, Dedé disse que não descartaria jogar a Série B. Ele também ressaltou que aceitou a repactuação salarial para receber R$ 150 mil em 2020, com a diferença a ser paga em 20 parcelas a partir de abril de 2021. O impacto nos vencimentos, segundo o zagueiro, foi de 78% - a remuneração total gira em torno de R$ 700 mil.

“Não tem definição nenhuma. E não teria problema nenhum. Eu surgi para o futebol na Série B, joguei cinco jogos. Foi um sonho realizado. Não é porque cheguei à Seleção um dia que não posso defender o clube que está no meu coração, que vive momento de dificuldade. Não há problema nenhum”.

Contratado ao Vasco em abril de 2013 por R$ 14 milhões, Dedé tem vínculo com o Cruzeiro até dezembro de 2021. De 2015 a 2017, o zagueiro passou por sucessivas lesões e pouco jogou. Quando esteve em campo, participou de 188 partidas e marcou 15 gols, graças à qualidade na bola aérea, uma de suas principais virtudes em campo. Ele foi eleito o melhor de sua posição nos Brasileiros de 2013 e 2014. 

(Foto: Reprodução/Cruzeiro)

Tags: torcida zagueiro Cruzeiro serieb interiormg futnacional Dedé